https://www.poetris.com/
Poemas : 

Vida escrota

 
Estou seguindo pela a vida
E continuando sem você
Infelizmente não há muito
O que eu posso fazer

Tudo é sem sal e sem cor
O céu sempre é cinza
Não tenho muito amor
Já não há mais nenhuma tinta

As pessoas são estranhas e banais
Preocupadas com seus orifícios anais
Seguem cheirando suas próprias bostas
Eu sigo meu caminho de costas

Pra tudo isso e tanto faz



 
Autor
Creep
Autor
 
Texto
Data
Leituras
116
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.