https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Porcelana

 
Correr atrás do vento e se ocupar das coisas que parecem importantes até que toda sua vida passe...
E o engodo é nessa vida interagir com quem fala sem ouvir, com quem só pensa na resposta que vai lhe dar em cima das conclusões precipitadas
Todos estão assim com tudo, o julgamento deve ser analisado pela própria ótica parcial e pré concebida por uma tradição antiga ou pela política de vítimas dessa antiga tradição.
Ainda tem alguém presente na vida?
Ainda tem alguém que respira? Que olha pra cima? Que pisa no chão?
A impressão que dá é que cada dia que passa as pessoas dão dois passos a frente e dois mil anos pra trás, envolvidas demais consigo mesmas sem tempo pra errar evitando a realidade que as vezes pode ser decepção.
Tudo deve ser um belo sonho, deve dar inveja ser exemplo de bem sucedido, deve ser tão simpático e agradar e não se deve deixar espaço para reflexão, pra pensar se errou, pra mudar o caminho...
Todos devem mostrar orgulho a todos porque só o tolo não sabe exatamente pra quê veio a este mundo vão... meus dentes devem ter o branco falso como reflexo da minha alma, uma velha louça de porcelana cheia de lama.

 
Autor
Creep
Autor
 
Texto
Data
Leituras
491
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.