https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

(me) espera

 
Open in new window


Gentes (des)encontradas
Pinta as tintas da solidão
Os olhares que não se vê
Aceso o brilho dos luares
Temem sorrir com o coração

Abraçadas ao seu mundo
Gosto cavado no escuro
Vidas de tantos enganos
Se cruzassem o destino
Não estariam mais sozinhos…

Vidas que são de tantas gentes
Vidas que podem ser de ninguém
Sabendo apenas que todos na vida…
Ficamos na espera sempre de alguém

CA

 
Autor
Carii
Autor
 
Texto
Data
Leituras
236
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
8
5
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 24/09/2018 12:17  Atualizado: 24/09/2018 12:17
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2662
 Re: (me) espera
Lindo demais, querida amiga!

Gostei muito dos teus versos!

Meus parabéns e um beijo!


À espera dum alguém que não existe
Anda o meu coração, tão magoado.
Banido e lacerado ele inda insiste
No sonho de encontrar o ser amado!


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 24/09/2018 14:51  Atualizado: 24/09/2018 14:51
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6305
 Re: (me) espera
Nunca se pode viver a vida sozinho, há que ter no horizonte d’alma, a presença de alguém que lhe complete.

Belo poema, adorei.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 24/09/2018 16:28  Atualizado: 24/09/2018 16:28
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12449
 Re: (me) espera P/Carii
Doce poetisa o seu poema é muito bonito e subtil, lembrou-me um verso de uma canção: Ó Zé aperta o laço, ó Zé aperta-o bem, que o laço bem apertado, ó José fica-te bem...deve ter sido aquele nó mal apertado... coisas de avó.. BEIJOCAS! Vó


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 24/09/2018 19:34  Atualizado: 24/09/2018 19:34
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1270
 Re: (me) espera
Laços que atam, que nos abraça,espera sempre que o nó seja firme. Uma belezinha de poema.
Beijinhos.