https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

*A LUZ APAGOU - BRUMADINHO

 
Open in new window

A Luz Apagou- Brumadinho

Oitenta e um olhares sem vê a luz
Ao nascer o dia que a natureza oferta
Sem apreciar a beleza que conduz
A vida, o despertar, a labuta em festa

A dor dos familiares não tem preço
A bênção do filho ao retorno do pai
O abraço da esposa espera em apreço
Foi-se na lama, na sina e nunca sai

Da mente, dos brasileiros, estarrecidos
Acompanham a dor em cada olhar
As saudades guardadas e embevecidas
Relembram o coração a cada pensar

Cento e noventa e dois resgates até aqui
Desnorteia e esperança dos parentes
Duzentos e setenta e um desaparecidos ali
Ao olhar atento dos bombeiros persistentes

E os trabalhadores sustentáculo da nação
No almoço com sorriso farto entre amigos
De surpresa a lama encobre-lhes o sorriso
O tempo não permitiu o gemido, nem avisos

A luta é árdua o mundo atento acompanha
Lamenta o peso na dor em cada emoção
Que trágico a médica que salva vidas
Fenece sua vida na lama, quanta traição

Do destino? Do homem que descuidou?
Ou sina, não sei, que a natureza indefesa
Obedece ao ritmo de quem a projetou
E sucumbiu na lama seres sem defesa

Que Deus conceda a cada, pai, mãe, filho...
O consolo pela grande fatalidade eminente
Sustentáculo na oração e siga o trilho
Que a vida oferece com a força iminente.

Deus os proteja – 28/01/2019

Sonia nogueira

N.B Rompimento de mais uma barragem
em Brumadinho Minas Geras, Brasil.


Open in new window

Open in new window


Livros Publicados:
- Por Justa Causa - contos
- Nas Entrelinhas (200 sonetos)
- A Pequena May - juvenil
-Datas Comemorativas em Poesias
-Eu Poesia, Contos e Crônicas
-No Reino de Sininho, infantil
- A Janela Azul
- Contação de História Infantil...

 
Autor
SoniaNogueira
 
Texto
Data
Leituras
220
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lucineide
Publicado: 29/01/2019 21:30  Atualizado: 29/01/2019 21:30
Colaborador
Usuário desde: 06/12/2015
Localidade:
Mensagens: 1260
 Re: *A LUZ APAGOU - BRUMADINHO
Bela poesia. Até quando o homem, por causa do dinheiro, vai desprezar a vida? Parabéns por cada palavra de sua poesia. Abraços!