https://www.poetris.com/
Poemas : 

Hasta La Vista

 
Separo a cepa do aro
O k da carne
O lé do cré
O peito do pé
A batata da perna
O braço do rio
A perna da mesa
A costa da cadeira
A curva do vento
O olho do tufão
O olho d'água
Os olhos do mundo
A cabeça da Europa
O sexo da Matéria
A Matrix do sistema
O pó do poema
A mesa da caserna
As casas-matas
As roupas frouxas
Os nós das trouxas
Os trapos esfarrapados
Os farrapos
Farroupilhas
Farra
Pilhas
A mandala gótica
A cabala cigana
A cabana acabada
Cabanagem
A Noite das Garrafadas
As ovelhas desgarradas
As jardas inglesas
A passagem polonesa
A pegada bárbara
Os trabalhos de Hércules
O costado de Atlas
A costura de Penélope
O Velocino de Ouro
O Ouro de Tolo
Os balaios
Balaiada
Sínteses românticas
Baladas semânticas
Garoupa, romãs
Tomás de Aquino, Tupã
Linha, linho, lã...

Separo a cepa do aro
Tecnologia de Pã
Asas, afrescos astecas
Tenochtitlán
Pedra, pão, argila
Argola, mola, mochila
Bala, bola, bexiga
Pasta, posta, pista
Arte cênica, artista
Que pena que asteróide
Não rima com
Hasta la vista .












Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
52
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 12/02/2019 16:14  Atualizado: 12/02/2019 16:18
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Setúbal-Azeitão, Portugal
Mensagens: 1582
 Re: Hasta siempre !!!
Hasta siempre !!! Eppur si muove !!


Open in new window