https://www.poetris.com/
Poemas : 

Adjudicar

 
Na vã procura de um amor querido,
Vadiei beirando esquinas e os espaços;
Busquei-te num antigo livro lido;
Achei-te, grande amor, em outros braços.

Porém foi nosso amor, amor proibido
Rompeu-se, um a um, os nossos doces laços
E, pouco a pouco, foi-se indo a libido
De vez adjudiquei dos teus abraços.

Agora adormecida em outro leito
Repousa a fronte noutro travesseiro...
Enfim, felicidade verdadeira.

Eu fico por aqui, sem graça e jeito.
Perdi, confesso, para outro guerreiro.
Da forma qu'eu a quis, qu'ele te queira.



Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
101
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 03/10/2019 17:11  Atualizado: 03/10/2019 17:11
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2397
 Re: Adjudicar
Romantica... delicada... "a la antiga"... onde nos romances os homens entendiam a renuncia.

Adorei Gyl.

Beijos.

*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 04/10/2019 02:12  Atualizado: 04/10/2019 02:12
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2504
 Re: Adjudicar
Procurar, achar, disputar e perder, as aventuras de um amor proibido...um belo poema amigo, de prender a atenção dos leitores, apreciei, grande abraço!