https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Ressonância Passional

 
Tags:  saudade    rimas    romance    dedicatória    Juvenis  
 
Ressonância Passional
 
Reverencio a ti, pequena dama
Guardo-a aqui, dentro de mim
Recordo-me daqueles dias em drama,
Quando a incerteza de um encontro,
Deixava-me de pernas bambas, e como.

Aguarde-me em tua janela,
Lhe darei sinfonias, como ondas
Ó dama, como o coração que tanto bate, te ama
Como o jovem, que tanto lhe falha, te desaponta
Perdoe-o, perdido que só, segue a ti
O Sol, a Lua, o céu que tanto me ajuda
Estrela, conduza-me, estarei só, sem ti
Contigo senti amor, pavor, e dor pela separação
E, nestas horas sombrias da solidão,
És quem me ilumina e me motiva, princesa minha
Quem sabe um dia a chamem de rainha.

Prometo-a, sem hesitar, felicidade
Confesso-a, depois de muito pensar, minha fragilidade
Despeço-me, até amanhã, dizendo que és minha "cara-metade"
Torço para que acredite, princesinha
Pois é a verdade, pura, tão linda, como suas curvas em rimas
Simplesmente se tornara difícil imaginar
Vivenciar uma vida solitária, quando se foi dado a oportunidade de amar
Chame de carência ou insegurança, não sei
Claro como o dia o efeito que possui,
O carinho acerca de um coração antes sem esperança
Agradeço-lhe em plenitude, dama
Ouça, escute, meu coração dizendo o quanto lhe ama.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
60
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.