https://www.poetris.com/
Poemas -> Introspecção : 

'marujança'

 
Open in new window



pegadas da valsa
do mar n'areia
ficam

não adianta
o vento
empilhar dunas
nem a orla se
embainhar de
espumas

incansável
é ele
na dança

como aquele
nos meus
olhos...

em
marujança





nada muito complicado... como atirar pedras em lagos

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
107
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 29/11/2020 16:43  Atualizado: 29/11/2020 16:43
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 956
 Re: 'marujança'
Ao entrar alma adentro
Sem saber que procurar
Na chegada ao epicentro
É um alvoroço de arrasar!