https://www.poetris.com/
Crónicas : 

A VIDA HUMANA A MEIA LUZ.

 


A vida humana começa as cegas logo que nascermos porque nos falta cognição para interpretar o que vemos, vai ficando opaca em nossa adolescência, e na vida adulta muitos de nós consegue formar um conceito sobre tudo que sejam alcançados pelas nossas retinas, mas a idade avançada vai nos castrando da visão capturada pela nossa acuidade visual e nos fazendo muito mais interpretativo do que vemos do que objetivos.
Então na velhice enxergamos tudo embaçado, as nossas primeiras imagens capturadas depois de horas de repouso das nossas vistas são confusas, ao longo do dia vai melhorando, mas o fato é que se enxerga pouco na velhice com suas exceções é claro.
Com a visão reduzida e a sapiência mais avançada os idosos trafegam bem dentro desta penumbra que passa a compor o seu cotidiano, via de regras pedindo auxílio quando é preciso ler bulas de remédios ou assemelhados de caracteres muito pequenos, e assim cumprimos todas as fases desta vida convivendo com suas perspectivas dificuldades.

Meu canal You tube
https://youtu.be/qneZRKLK8To


Enviado por Miguel Jacó em 01/12/2020
Código do texto: T7125170
Classificação de conteúdo: seguro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
80
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 01/12/2020 22:11  Atualizado: 01/12/2020 22:11
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3978
 Re: A VIDA HUMANA A MEIA LUZ.


Tanta verdade nestas linhas escritas
que até dói a alma

um abraço poeta Migueljacó