https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tu não és ela, mãe...

 
E depois, mãe, fui descobrindo
Que já não eras tu que eu sabia
Nem eras ela
Aquela que nunca amei
Perdi-me...

Reli as tuas cartas, mãe
Como um manual feito em liberdade
Num quarto esculpido
De sombras obrigatórias
Despido de luares

Não és tu, mãe, eu sei...

Mas os teus queixumes
Os teus receios
As tuas lágrimas
Que me caíam no rosto
Cercadas de prenúncios
Com quem ainda me cruzo
Afrontam-me a tua memória

Tu não és ela, mãe...

Vou deixar o sossego do tempo
Secar as lágrimas que ainda alimento

Manuela Fonseca


Manuela Fonseca
_______________
http://ensaios-poeticos.blogspot.com

 
Autor
Manuela Fonseca
 
Texto
Data
Leituras
708
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 24/04/2008 15:29  Atualizado: 24/04/2008 15:29
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4705
 Re: Tu não és ela, mãe...
"Vou deixar o sossego do tempo
Secar as lágrimas que ainda alimento"

Emocionei-me, minha querida, com teu poema tão profundo.

Deixemos, que o tempo acalma todas as tempestades.



Amora