https://www.poetris.com/
Poemas : 

ACORDANDO:

 
ACORDANDO:

Então aconteceu.
Vi que quando deixasse de ser
seria nada no meio de tudo.
Junto ao Todo.
Então, tudo que pensava desmoronou no Vazio.
O assustador Vazio do Nada.
Não seria mais quando deixasse de ser.
Logo esse ser que nada era do que construção
de mentiras e fantasias.
Logo esse ser finito e temporal.
Então sorri.
Então ri nervoso da Verdade tantas vezes vista
e não compreendida.
Agora sabia.
Agora tudo estava certo.
Agora tudo estava em paz.

(Irmão Paulo de Paz).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
108
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.