Poemas : 

Janelas do fundo

 
 

Open in new window




Não tenhas pressa

De abrires as janelas



Como te posso

Explicar

De forma

Pura

A verdade



Existem vários mundos lá fora

Existe o mundo da natureza ´

E o mundo em metades dos seres

Possuem partes desumanas e humanas



O mundo natura

Dorme como tu

Quando as luzes se apagam

E acorda

Quando

Se acende

A luz do céu



O mundo dos seres binários

Lá fora

Travam lutas

Egoístas

E depois enviam a culpa

Em forma de raiva

Em nossa direção




Metade desse mundo

Dos homens

Está de luto

A outra parte

Não se incomoda

Ergue-se e se ensombra

Quer ser maior que o sol



Como te posso

Explicar

De forma

Pura

A verdade



Tem cuidado

Quando abrires

As janelas do coração

Não abdiques da liberdade de amar

Só por que tens medo da solidão

Vai atrás dos teus sonhos

E recorda o que o pai te disse :

- Nenhum sonho é insignificante

Só porque está dentro de ti

Eles são as sementes mais férteis

Que conhecemos

Por estar protegidas

Só temos que encontrar uma forma

De as trabalhar

Nas condições certas

Para que eles possam germinar

E se tornarem reais

Ao longo da vida



Como te posso

Explicar

De forma

Pura

A verdade



Nunca duvides do teu valor

Quando o mundo lá fora

Te fizer sentir o contrário

O verdadeiro valor

Está no modo

Como entregamos amor

Às coisas que fazemos

E não duvidamos desse amor










“Acredito que o céu pode ser realidade, mas levarei flores para o pai - Erotides ”

 
Autor
agniceu
Autor
 
Texto
Data
Leituras
154
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
1
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/05/2024 00:28  Atualizado: 16/05/2024 00:28
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 18166
 Re: Janelas do fundo
Um hino maravilhoso deitado em prece. Bjs