https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Ruptura

 
Querias falar comigo! Sobre quê?
Ultimamente a minha imagem invade-te os sonhos!
O teu subconsciente capta vibrações que nem tu próprio te apercebes.
Talvez pressintas um outro amor em mim!
Sempre foste um poço de transparências aparentes.
Bem lá no fundo deleitavas-te egoisticamente com as tuas normas.
Imposições de um subtil ditador

Trocámos beijos e abraços
Em anos de eternidade
Rimos cantámos , chorámos!
Trocámos palavras de ternura
Em gestos de chama pura, colocaste de lado a verdade

Chamei teu nome em momentos de dúvida e agitação da alma
Escondeste segredos e tornaste a ambiência
Numa simulada mansidão
Explodimos em gritos de desespero
Ergui os meus punhos contra o espelho de mim!
Tudo se partia em pedaços
E tu que me repelias
Tu que te estremavas
Cada vez mais num mundo só teu

E agora o que queres de mim?
Há muito que voei para lá de ti.
Em anos de solidão, ultrapassei traições, desamores e friezas
Sempre fui como pássaro que quer voar!
Não te sentias com capacidade nem vontade para me acompanhar.
O teu mundo era pragmático, estático,
O meu era de sonho, dinâmico
Já não temos nada a dizer!
O nosso tempo chegou ao fim!
E o melhor de tudo, é que o encaro com um sorriso!
Como se apenas me bastasse a dignidade de mim!
 
Autor
AnaMariaOliveira
 
Texto
Data
Leituras
473
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 28/06/2008 20:46  Atualizado: 28/06/2008 20:46
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: Ruptura p/AnaMaria
Um poema intimista. E com a sensibilidade feminina - embora poesia não tenha sexo - de quem sabe muito bem manejar o verso e as palavras.

afeto,

júlio