https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

HARMONIA DELIRANTE

 
HARMONIA DELIRANTE
 
Peço-te, leva-me junto a ti muito devagarinho!
Vem contar-me os teus segredos bem guardados
No tempo, antes dos tempos, em baús doirados
Escondidos numa magnólia, dentro de um ninho

Protegido por luas lapidadas em vértices estrelados
E pelo frémito de estrelas aladas num céu adjacente
Ofertas de sombras de florestas de sois perfumados
Trazidos pelo arrulho das aves vindas do poente

Peço-te, pelo brilho de meus olhos que aquece!
Fica comigo para sempre, não vás, permanece!
Imploro-te, não tornes este momento dolente!

Peço-te, leva-me aos meus sonhos de criança
Traz-me de volta o enlevo daquela segurança
Recordações da infância de harmonia delirante…


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1862
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
6
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 31/08/2008 22:47  Atualizado: 31/08/2008 22:47
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: HARMONIA DELIRANTE
Quidam,
Momento que perdura no tempo e relembra a infância perfeita.
Bjs
Nanda


Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 31/08/2008 22:49  Atualizado: 31/08/2008 22:49
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: HARMONIA DELIRANTE
Meu Deus do Céu! Ouvindo aqui um solo de guitarra de Steve Vai e ler teu soneto, explosão de emoções boas. Meus sincersos parabéns! Beijos de Núria


Enviado por Tópico
GlóriaSalles
Publicado: 31/08/2008 23:51  Atualizado: 31/08/2008 23:51
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2008
Localidade: Flórida Pta-SP
Mensagens: 2514
 Re: HARMONIA DELIRANTE
Minha nossa!!!!!!!!!!
A emoção se faz presente em cada verso na construção de sua particular arquitetura; enfim, algo para não nos esquecer ou colocar num canto, senão do nosso coração e da nossa memória

Beijos
Open in new window