https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Continuas

 
<object width="425" height="344"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/swMTl9WKNiI& ... t;</param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/swMTl9WKNiI&hl=pt-br&fs=1" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" width="425" height="344"></embed></object>


Continuas parafraseando infinitas parábolas
Utilizando essa retórica de infindáveis sins
Colocando os ses para além da verdade
Querendo atingir simplesmente teus fins

Essa é sempre a mesma cantiga

Continuas indo e vindo com mais fraseados
Despejando dessa boca pedaços de meias verdades
Falsos e alegóricos sonetos envenenados
Metamorfoseando teus feitos com vaidades

Essa é sempre a mesma história

Continuas dialogando monólogos infindáveis
Criando imagens de um carrasco dócil que sente
Escondendo teu machado numa gentil caneta
Que ao escrever, assina a tortura de muita gente

Esse é sempre o mesmo jogo

Continuas a pregar a salvação no crédito com sorriso
Apregoando o teu corpo, a casa, a filha e a mãe
Vendendo lotes na lua, em marte e até no Paraíso
Com bulas e formulários, pois só se salva quem as tem

Essa é sempre a mesma treta

Continuas a querer mostrar teu falso encanto
De ser humano preocupado com os demais
De dor por veres crianças a morrer, choras de pranto
Com lágrimas de ácido atiras-te ao chão, finges que cais

Essa é sempre a mesma cantiga, história, jogo, treta...
Essa é sempre a mesma merda!

Bem vindo ao mundo do séc XXI




"Quanto maior a armadura, mais frágil é o ser que nela habita!"



 
Autor
Gothicum
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1057
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
willians
Publicado: 21/10/2008 21:42  Atualizado: 21/10/2008 21:42
Da casa!
Usuário desde: 18/07/2008
Localidade: são paulo
Mensagens: 240
 Re: Continuas
Caro e ilustre,poeta,meus parabéns.Simplesmente,adorei,um poema,refelctivo,perspicaz,com muito conteúdo.Uma verdadeira obra de arte.Passarei a ler,mais sobre tuas escritas,um forte abraço!
WO

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 21/10/2008 22:18  Atualizado: 21/10/2008 22:18
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4246
 Re: Continuas
Putz foste profundo e audaz, como é
necessário
ser no século XXI, amei!
E a música creia-me não podeia ser outra, no alvo!
beijos!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2008 23:02  Atualizado: 21/10/2008 23:02
 Re: Continuas
Um clarão nas trevas do seu poema, refulgio!

Adorei,

beijinhos

Luisa Raposo

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 22/10/2008 02:48  Atualizado: 22/10/2008 02:48
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3263
 Re: Continuas
Oi Meu Lindo!

Teus poemas entram no meu sangue e escorrem em alegria dentro de mim!Gosto muito da tua poesia!

Karla Bardanza

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/10/2008 07:50  Atualizado: 22/10/2008 07:50
 Re: Continuas
Assim é e assim será...até quando?
fantástico

Beijo

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 22/10/2008 10:17  Atualizado: 22/10/2008 10:17
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2857
 Re: Continuas
"Continuas" a escrever sempre bem!
BJS