https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

ALMA AUSENTE

 
ALMA AUSENTE
 
Submerso na procura interminável das coisas
falhei nas palavras desarrumadas na despensa
assustei-me com o acaso da coincidência:
«troca a tua alma velha por uma garrafa»
O verde escuro do vidro cheio de pó e teias
lá estava ao canto do armário com portas descaídas
estava prestes a fazê-lo, mas sempre recusei o fim
- a morte é o fim da vida - mas a lei é assim.
Quem me poderia libertar da banal existência?

Tirei-lhe a rolha e coloquei dentro de si os meus passados
(embora não me lembre reconhecer algum no presente).
Lacrei a chumbo cortiça, como se fecha um tesouro inexistente
e embarquei no próximo barco com mais algumas bestas.
Ventos e brisas envolventes levaram-no por brumas nevoentas.
A alma se despediu do coração e do seu frágil corpo,
ao largo uma garrafa boiava rumo ao princípio,
na condição da grande insensatez do mar profano.

Na deriva das águas espero alguém que leia o que é meu.
Mas como, se a garrafa consigo leva dentro um engano?
Se alguém lhe encontrar um poema pode-lhe chamar seu
dentro do papel branco - maior que o azul das águas -
não há nada escrito nem por escrever ou fale de mim.
Com alguma imaginação e fantasia, poderei até acreditar sim.
(as serias estão presas em raios de sol, não podem faze-lo).

Mas só na minha despensa alguém poderá abrir a garrafa
e no seu bafo descodificar as palavras a provar o vinho quente
(embriagadas denunciando e entregam a minha alma ausente).


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1285
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
8
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 20/01/2009 20:02  Atualizado: 20/01/2009 20:02
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12082
 Re: ALMA AUSENTE
Jorge mais um poema pleno em poesia, colocar a amargura numa garrafa e deixar navegar...

Beijos

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 20/01/2009 20:19  Atualizado: 20/01/2009 20:19
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3544
 Re: ALMA AUSENTE
jogas a esperança à sorte. muito bom.
beijos

Maria verde

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/01/2009 20:29  Atualizado: 20/01/2009 20:29
 Re: ALMA AUSENTE
E nesse mar, jaz um momento de silêncio, para dar à praia dos segredos. Talvez aí te encontre, e descodifique os enigmas que escondes nesta vida errante

Mui belo

Dolores

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 20/01/2009 22:09  Atualizado: 20/01/2009 22:09
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: ALMA AUSENTE
Enquanto a garrafa silencia a tua alma voa...num belíssimo poema...

jinhos doces

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 20/01/2009 22:38  Atualizado: 20/01/2009 22:38
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: ALMA AUSENTE
Podem levar um engano na garrafa, mas quem tiver o poder de te ler a alma levará o mais precioso dos poemas!

Adorei

Beijo

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 21/01/2009 13:36  Atualizado: 21/01/2009 13:36
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: ALMA AUSENTE
Oh Jorge,
O que quer que tenhas escrito e colocado dentro dessa garrafa só pode ser mágico.
A tua poesia é de enorme qualidade.
Um beijinho
Nanda

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 21/01/2009 13:50  Atualizado: 21/01/2009 13:50
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: ALMA AUSENTE
Quidam,

O valor de cada garrafa vê-se pelo conteúdo (depois de saboreado).

Este seu poema (permita-me, uma vez mais) levo-o para os meus favoritos.

Abraço

Enviado por Tópico
AlmaReveladora
Publicado: 25/01/2009 22:10  Atualizado: 25/01/2009 22:10
Super Participativo
Usuário desde: 27/11/2008
Localidade:
Mensagens: 167
 Re: ALMA AUSENTE
Poeta
Quando a Alma sela um verdadeiro Amor,
Sempre este amor sera na sua carne,
O universo sempre vai mostrar....

BJSS

Open in new window