https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Perdida...

 
Perdida...
 
Lúgubre sentido no íntimo,
Dorido o ser e a mente.
Escuro o corpo, sem sentidos,
Perdida no medo dormente.

Agachada em si mesma,
Curvado em si o centro,
Dobrada pelo tanto do mundo,
Que perdeu bem por dentro

Enquanto tentando se encontrou,
mandaram-na de volta na constante,
sempre o torpedo retomando.
Não importa que já tenha antes escurecido,
é perdida a luta pelo mesmo derrotado.
Ainda que tenha dos sonhos esperado,
é sempre e só arrebatada
pelo fim que não demora:
chega e não vai embora.


[]_[]_[]_[].....[]_[]_[]_[]
\======/ ..... \======/
[====]======[====]
[====][]_[ ]_[][====]
[====]======[====]
[====]======[====]
[====]==ï““ï==[====]
...

 
Autor
Cinderela
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1112
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
FabianoKalvin
Publicado: 08/03/2009 22:42  Atualizado: 08/03/2009 22:42
Novo Membro
Usuário desde: 06/01/2009
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 6
 Re: Perdida...
Open in new window


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/03/2009 19:18  Atualizado: 09/03/2009 19:18
 Re: Perdida...
quando estamos perdidos, não achamos os caminhos, mas seu poema achou um caminho figurativo para falar por si próprio. muito bom. bj


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2009 20:23  Atualizado: 12/03/2009 20:23
 Re: Perdida...
Um poema triste a que não estou habituada Cindi.
Contudo muito belo. Espero que tenha sido somente um estado passageiro.


beijo azul


Enviado por Tópico
SofiaDuarte
Publicado: 17/03/2009 16:29  Atualizado: 17/03/2009 16:29
Da casa!
Usuário desde: 19/12/2008
Localidade: Portugal
Mensagens: 338
 Re: Perdida...
Espero que rapidamente volte àquele seu castelo...

É um belo poema, mas prefiro vê-la nas suas valsas pelo seu doce castelo, se sentindo completa pela luz, pela natureza, pela vida! E nunca esquecendo o quão belas sao suas palavras, cinderela....

Esperarei atentamente o seu reencontro no castelo

Até lá, ficarei na janela observando a vida...

bjs,
Sofia Duarte