https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

'Clean'

 
Apareceu do nada para mim.
Chorou a cada esquina e eu vim.
Corou quando a chamei.
Desmembrou o meu sossego. Agarrei!
Senti, vislumbrado, aquela tez.
Natural, sedutora, sincera mas nada fez.
Sei que sou ingénuo por acreditar,
Naquela história, quase de embalar,
Que sempre agiu como impune.
Gosto da mesma forma, apesar de imune.
Limpo com todas as águas,
'Clean' de todas as mágoas.
Sou agora mais maduro,
Sei que certas coisas já não aturo.
Porém, quero sempre poetar,
Palavras francas no meu amar.

13 de Maio de 2009


© Gonçalo Lobo Pinheiro

 
Autor
glp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
471
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/05/2009 00:36  Atualizado: 14/05/2009 00:36
 Re: 'Clean'
A maturidade que vem com o tempo, com as vivências e que ficou muito bem marcada em seu poema.
Beijo
Ana

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 14/05/2009 10:08  Atualizado: 14/05/2009 10:08
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: 'Clean'
A maturidade tem dessas coisas... deixamos de dar importância ao que não interessa.

Beijo

Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 14/05/2009 11:23  Atualizado: 14/05/2009 11:23
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2181
 Re: 'Clean'
Gostei do modo como a tua linguagem "clean" cristalizou esse momento passado.


Um beijo

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 15/05/2009 00:12  Atualizado: 15/05/2009 00:12
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: 'Clean'
GLP,
e a tua poesia vai crescendo dia após dia...
Bj
Nanda

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 16/05/2009 23:27  Atualizado: 16/05/2009 23:27
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: 'Clean'
Maravilhoso poema.

Beijos