https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

cor do vento

 
Soltam-se ventos
na madrugada fria
Soltam-se cores
com cheiro a maresia

Quem os ouve?
Quem as vê?
Quem tem na língua
o paladar do porquê

Quem não dorme deitado
com o dono da razão
Quem tem lágrimas de mar
quando diz , não

São ventos de mudança
em cores por inventar
Espraiados na ternura
De sons de terra e ar

São as voltas que o vento dá
lidas com perfeição
em cada lado trocado
pelas raias da razão

RuiSantos

 
Autor
ruisantos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
470
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 16/05/2009 21:20  Atualizado: 16/05/2009 21:20
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12099
 Re: cor do vento
O vento que molda a vida a cada cor o seu dia.

Gostei da forma e do conteúdo do poema.

Beijos

Enviado por Tópico
MALUBARNI
Publicado: 17/05/2009 21:18  Atualizado: 17/05/2009 21:18
Da casa!
Usuário desde: 09/05/2009
Localidade: Viila Nova de Gaia
Mensagens: 294
 Re: cor do vento
Os vários matizes do vento, que percorrem nossas vidas, e mudam de cor conforme o cenário que se apresenta.Gostei muito.Bjs.Malu