https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Amor Mecânico

 
Tags:  1986  
 
O despertador apita
são 5 horas da manhã
ele acorda
troca de roupa
não muda a fita.
Vai trabalhar
e me da um beijo
mecanicamente de despedida
e diz:
“Eu te amo! “
O padre falou
que entrelaçamos vida
construiremos ninho
que ironia!
Dormimos separados
como dois estranhos
e quando falamos
discórdia, briga.
Aqui não tem
amor, feijoada, farinha
aqui tem é oléo, graxa, gasolina.
O padre falou
que entrelacamos amores
construiremos família
que ironia!


Rosilene S. Adams

 
Autor
Rosilene
 
Texto
Data
Leituras
1001
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
serfeliz
Publicado: 01/06/2009 06:30  Atualizado: 01/06/2009 06:30
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2009
Localidade:
Mensagens: 702
 Re: Amor Mecânico
QUANDO O AMOR SE VAI TUDO VIRA IRONIA...
A ROTINA SE INSTALA...

O "EU TE AMO "...

Lindo!!! entendo a essêcia...

ser feliz