https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ausência

 
Invento um olhar de palavras de amor. Ao longe os pés seduzem o poema.
Calo o silêncio e fumo um cigarro apagado.
Espero o tempo de um abraço apertado, de um amor apregoado.
O champanhe continua em forma de beijo, que demora a chegar.
Para atrair um fantasma tocam - se as mãos em sorrisos.
Vem a noite e tece juras eternas perto de um livro que se escreve.
As ausências são um mal necessário e o bar está fechado.
Mas eu, eu embrulho -me no tempo!



Carolina

 
Autor
Carolina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
866
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
29
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/06/2009 18:11  Atualizado: 26/06/2009 18:11
 Re: Ausência
Cara Carolina,
pois eu lhe digo, BAR ABERTO! Já!
Pois assim, talvez atraia o abraço e não se perca o champanhe pelo tempo esperado!

Cumprimentos


Enviado por Tópico
MALUBARNI
Publicado: 26/06/2009 18:22  Atualizado: 26/06/2009 18:22
Da casa!
Usuário desde: 09/05/2009
Localidade: Viila Nova de Gaia
Mensagens: 294
 Re: Ausência
Carolina:

Lindo embrulho fizeste de ti.Tua prosa poética émuito bonita :Bjs.Malu


Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 27/06/2009 00:53  Atualizado: 27/06/2009 00:53
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2181
 Re: Ausência
Já tens o champanhe em casa, esquece o bar.

Gostei das imagens que usas para descrever a ausência: é uma ausência que se estende ao fumo do cigarro, ao champanhe por abrir ou ao bar fechado.

Parabéns!

Um beijinho da coleguinha


Enviado por Tópico
mim
Publicado: 28/06/2009 00:46  Atualizado: 28/06/2009 00:46
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Ausência
Gostei deste champanhe em espera de beijo que leva tempo a chegar!Vai-te embrulhando no tempo que quando menos esperares o relógio pode badalar!

Beijocas doces


Enviado por Tópico
Vergílio
Publicado: 28/06/2009 00:55  Atualizado: 28/06/2009 00:55
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 786
 Re: Ausência
Ausência é assim quase como o vazio....
O teu lindo texto até a (a ausência) consegue pintar de linda.
Um beijo grande.


Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 28/06/2009 11:51  Atualizado: 28/06/2009 11:51
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: Ausência
Carolina:

São as ausencias que nos ajudam as vezes a crescer e tambem a escrever textos tão bonitos quanto este.

Gostei muto.

Beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/06/2009 12:03  Atualizado: 28/06/2009 12:03
 Re: Ausência
Carolina,

É gostoso curtir a fossa de "um amor apregoado"!

Beijos

Ulysses


Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 28/06/2009 14:50  Atualizado: 28/06/2009 14:50
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: Ausência
Carolina,

As ausências são sempre um mal necessário...depende das ausências.

Os presentes estão-crucial.

Bonito poema.

Beijos.


Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 28/06/2009 20:08  Atualizado: 28/06/2009 20:08
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2027
 Re: Ausência
..nao sei se é do olhar ou entao do silencio...gosto do silencio e gosto de fazer abraços no silencio e nos dedos...
é bom sorrir e como é bom a noite de promessas..talvez uma outra noite estará reservada para um outro tempo de sonhos e sem ausencias!
abraço


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 28/06/2009 23:20  Atualizado: 28/06/2009 23:20
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Ausência
Sedutor esse champanhe e o tal cigarro (bem) apagado... rss

Contente
contemplo
o templo
do tempo.

Um abraçoo!
Abíl!o



Enviado por Tópico
nandobardo
Publicado: 01/07/2009 02:31  Atualizado: 01/07/2009 02:31
Participativo
Usuário desde: 22/10/2008
Localidade: Rio De Janeiro, Brazil
Mensagens: 27
 Re: Ausência
Belo poema...
Os poetas "sempre" invetam um olhar de amor...
Bjss


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 02/07/2009 03:57  Atualizado: 02/07/2009 03:57
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: Ausência
Bem!até tens o "richard gere" a comentar-te o poema,que mais queres?...é vê-los à fila!
olha,linda só passei por aqui para te dizer para nunca ,mesmo nunca desistires de uma coisa que te dá prazer...a não ser que ela te faça ao mesmo tempo muito mal...e isto só se aplica aos homens...esquece...
olha:embrulha-te no tempo,inventa palavras,viaja por aqui connosco...presenteia-nos sempre com a tua doçura!não gosto de ti tristonha.gosto mais de ti malandreca.beijo!


Enviado por Tópico
Viverpoesias
Publicado: 04/07/2009 19:45  Atualizado: 04/07/2009 19:45
Muito Participativo
Usuário desde: 22/04/2009
Localidade:
Mensagens: 94
 Re: Ausência
Como está Fessoa?
Continuas dona de belas inspirações.

vc é 10,EScrita excepcional.

Parabéns!
beijos.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/07/2009 12:33  Atualizado: 08/07/2009 12:33
 Re: Ausência
Esse poema me lembra o romance "Looking for Mr. Goodbar" de Judith Rossner e, ainda que o clima do poema, bem como o do livro sejam (na minha opinião) meio que melancólico, são bons, tanto o poema quanto o livro. Abraços