https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Poeta Louco

 
Tags:  saudade    solidão    sonho    liberdade    loucura    estrelas  
 
Poeta louco

Poeta és louco, és louco!
És desatino, sonhas com a luz do luar
Te contentas com tão pouco!
Que versos te hão-de bastar.
Tu que choras nos regressos, nas despedidas,
Que entregas tanto Amor e amas a Liberdade!
Chamas carinho ao afago, derramas lágrimas sentidas,
E pedes que a vida, fogo intenso, te guarde.
A tua noite de loucura é inundada,
Amanheces em alvoradas, prenhes de arte
Banhada por um sol abrasador, é tua a madrugada,
A luz que te inspira,em versos a espalharás por toda a parte.

E se a tanto te ajudar um Deus Olimpo,tanto melhor!
Razão da tua existência será,o AMOR.

rosafogo

rosafogo


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
589
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Delgado
Publicado: 08/08/2009 17:13  Atualizado: 08/08/2009 17:13
Super Participativo
Usuário desde: 26/07/2009
Localidade: Portalegre
Mensagens: 147
 Re: Poeta Louco
Boa amiga Rosa

De poeta e louco todos temos um pouco
Pela parte que me toca, eu penso que junto as duas coisas.
os outros também serão um pouco assim.
Obrigado
Bj e bfs