https://www.poetris.com/

 
Textos deste autor
Offline
nunorita
Lisboa
Lisboa, Como são as pedras do teu chão? São pedregulhos quadrados, De cantos arredondados, Que es...
Enviado por nunorita
em 13/03/2007 23:43:37
Textos deste autor
Offline
Carla Costeira
Paz
És pureza, envolta em muita maldade, és enfrentada com rastilhos de pólvora, e mecânicas máquinas...
Enviado por Carla Costeira
em 13/03/2007 23:24:16
Textos deste autor
Offline
Tytta
Que amor?
Pudesse eu tirar de dentro do peito a dor que aos poucos me toma e apoquenta, o amor que nego, ma...
Enviado por Tytta
em 13/03/2007 23:14:58
Textos deste autor
Offline
Tytta
Saber Interior
O saber interior austenta uma sabedoria inatingível à inteligência de quem não o possui.
Enviado por Tytta
em 13/03/2007 23:10:11
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Muito
Muito, é demais, é grande, imenso, excessivo, sobra e passa dos finais, diz-se de abusivo e fruto...
Enviado por Valdevinoxis
em 13/03/2007 23:07:19
Textos deste autor
Offline
Mel de Carvalho
É infinito o encanto e infinda a dança
É infinito o encanto e infinda a dança quando adormeces nos galhos de noite e, virgem de afectos,...
Enviado por Mel de Carvalho
em 13/03/2007 23:03:04
Textos deste autor
Offline
bocaj
... abraça-me, anda dançar...
Abracei-a delicadamente Com a força suáve de alguem Que não tem Amor há muito tempo... E sem perd...
Enviado por bocaj
em 13/03/2007 22:44:24
Textos deste autor
Offline
TrabisDeMentia
Amor cego
Te procuro entre as sombras da paixão E enquanto não te achar eu não sossego O teu corpo ao passa...
Enviado por TrabisDeMentia
em 13/03/2007 22:41:14
Textos deste autor
Offline
MariaSousa
Perde-te em mim
Perde-te em mim Como o sonho se perde na noite Das horas tardias No meio de cores e formas Sombri...
Enviado por MariaSousa
em 13/03/2007 21:11:14
Textos deste autor
Offline
MariaSousa
Maçã
Odeia-me pelos teus erros Acusa-me pela tua maldade Inventa que sou uma tentação Como Eva que uma...
Enviado por MariaSousa
em 13/03/2007 21:09:45
Textos deste autor
Offline
Margarete
Hei-de escrever!
Hei-de escrever até que se sequem as lágrimas ou até que se seque o sangue que me corre dentro da...
Enviado por Margarete
em 13/03/2007 20:40:13
Textos deste autor
Offline
cleo
A magia foi embora
E ao fim de algum tempo O espectáculo terminou A cortina fechou A magia desapareceu E o palhaço D...
Enviado por cleo
em 13/03/2007 20:29:33
Textos deste autor
Offline
Marinheski
A MULHER E A PÉROLA
Vou contar uma anedota e vou fazê-lo a rimar, Tentando vos fazer ao menos um sorriso dar. É uma...
Enviado por Marinheski
em 13/03/2007 20:19:23
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
A boa política ou a boa da política?
Entre traições romanas, Intrigas palacianas E conversas ufanas Aparecem piratas, Saqueadores magn...
Enviado por Valdevinoxis
em 13/03/2007 20:13:12
Textos deste autor
Offline
David_Miranda
Vamos?
Vamos desfazer os nós da vida. Sentir a vida não em linha recta, Como uma estrada perdida… Mas de...
Enviado por David_Miranda
em 13/03/2007 20:09:14
Textos deste autor
Offline
Valdevinoxis
Doença da alma
Tomei um comprimido Para suavizar uma dor minha Mas era mal vivido, Daqueles que não ia, só vinha...
Enviado por Valdevinoxis
em 13/03/2007 19:59:15
Textos deste autor
Offline
Tália
A paixão acabou...
A paixão acabou… Queimei-me ao sol Afoguei-me no mar Ardi no lume Gelei ao luar Brilhei ao entar...
Enviado por Tália
em 13/03/2007 19:53:12
Textos deste autor
Offline
Carla Veiga Ribeiro
Olha para ti!
Sinto-me inconstante Sem vontade ou destreza. Sorrio por um instante E de novo vem a tristeza. T...
Enviado por Carla Veiga Ribeiro
em 13/03/2007 19:46:26
Textos deste autor
Offline
JB
Dias amarelos
Vão os tempos semeados, avizinham-se nos dias amarelos, e o calor das recordações, lê-se na nude...
Enviado por JB
em 13/03/2007 19:26:12
Textos deste autor
Offline
Diego M.
Desistir: nunca!... (114)
O Sol nunca desistiu... Nos aquecendo com o brilho dos raios E vem nos iluminar dia por dia... ...
Enviado por Diego M.
em 13/03/2007 19:23:07