Poemas, frases e mensagens de ALBERT ARAUJO

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de ALBERT ARAUJO

A LUA E O VIOLEIRO

 
A LUA E O VIOLEIRO

Quando a noite cai
O violeiro fica feliz
Estrelas, lua...
Surgem no altar do
Céu infinito

Os valores do violeiro
Tornam-se reais...

E no fundo, os sentimentos
Encontram um lugar nos
Corações dos que se amam

O amor vem a tona
E procura refúgio no
Coração dos apaixonados

Estrelas...
Lua...
E o violeiro
Acordam o mistério
Do amor.

E a lua se vai...
E outra noite vem. ALBERT ARAÚJO-19-07-08
 
A LUA E O VIOLEIRO

DEZEMBRO

 
DEZEMBRO

Não adianta essa tua
Serena fúria
Chegar-me grávida
Está claro, bem claro
Que o teu mistério
Sempre pinta em dezembro
E nos outros meses se cala

Traduzi o rumor sombrio
Das cortinas de ferro
Mas fiquei sem antídoto

Investiguei...
Urrei diante da tua porta
Mas algo me contagiou
Por dentro
De sangue fresco
Arrastei a poltrona
Aveludada de meu âmago
E com ares de um grande Deus
Escrevi versos com palavras de luz
E interpretei o gosto de teus
Olhos negros.

ALBERT ARAÚJO
18-07-08
 
DEZEMBRO

PEGADAS NA AREIA

 
PEGADAS NA AREIA

Quando eu nasci
Não teve nada de mistério
A parteira levantou-me
Falou é macho, doido varrido
Era um dia claro
Como um dia de sol no mar
Parte de mim fugiu
Outra parte sorriu
Hoje a claridade
Do dia é absolutamente
Agoniante
Nada temi até agora
Apenas a loucura de
Enfrentar este mundo
Maluco
Mas minhas pegadas
Estão firmes na areia
E fiquei feliz pelo
Dia que nasci.

ALBERT ARAÚJO
08-08-08
 
PEGADAS NA AREIA

ANDO, ANDO...

 
ANDO, ANDO...

Ando, ando...
Apenas ouço os prédios
Mergulharem no asfalto
E a voz das estrelas longe, longe...

O silencio vagueia
Nos músculos do sorriso
Nas pétalas no jardim...

Portas, janelas não se abrem
Apenas invisíveis passos na estrada
Que separa eu de mim

Sofrimentos, decepções...
E um destino modificado
Pelo o sopro do vento

O vento venta demasiadamente
Quem dera a felicidade
Não se expulsasse do coração sobrevivente

E que a pudesse dormi tranqüila
Com o canto dos passarinhos.

ALBERT ARAÚJO
28-07-08
 
ANDO, ANDO...

SETE PÁGINAS, SETE VIDAS...

 
SETE PÁGINAS, SETE VIDAS.

A terra é plana!...
Tem o coração redondo
E tem os olhos que eu não tenho
Troquei de roupa, de banco, de sociedade
E a minha bebida agora é água

E essa minha louca identidade
Que quebra as xícaras!...

Examinas a minha sabedoria gota a gota
E explica porque uma parte não pode ser
Um todo.

Que aqui estou em pedaços...

De certo que tenho tantas vidas
E conseguirei juntar outros pedaços.

ALBERT ARAÚJO
 
SETE PÁGINAS, SETE VIDAS...

POEMA PARA QUEM AMO

 
POEMA PARA QUEM AMO

Minhas pálpebras aleatórias
Circundam
As tuas horas noturnas
E o meu silêncio constante
Penetra no espaço
Que te enfurnas

Absorvido...
Sinto-me completamente absorvido
Quando o meu prazer
Penetra em todas as horas

Pensamentos, sentimentos
Guardados na memória
E no coração...

Assim;
Sou a atmosfera que respiras
E todas as tuas partes
Enchem-se de mim.

ALBERT ARAÚJO
01-08-08
 
POEMA PARA QUEM AMO

LUZ

 
LUZ

A luz
Mede o tempo
Na diagonal
O perfil, a leveza
Do arranha céu
Na horizontal
O sonho, as dobras
Da metamorfose
Na vertical

Sementes, semeadura
Luz do dia intemporal

No céu
As mãos eternas da Deus
Abraçam todos os pastores
Luz divina
Lua infinita.

ALBERT ARAÚJO
15-08-08
 
LUZ

TEU CORPO (PÁGINA DE AMOR)

 
Teu corpo (página de amor)

Concentrado sempre
na tua imagem corpórea
toda a medida
a cor
a emoção
a página de amor

percursos e círculos
cabelos e língua

teu corpo
onde me perdi
nu ardorosamente nu

teu corpo
o ponto floral se desenhando
o ponto G acenando reticências

teu corpo
espaço lírico
onde encontrei o encanto

tua lacerada alma
onde defini
a aurora inebriante

©by Alberto Araújo
30-12-11
SITE: www.albertaraujo.recantodasletras.com.br
 
TEU CORPO (PÁGINA DE AMOR)

O TEMPO É VELOZ (ALGO INDECI´FRÁVEL).

 
O TEMPO É VELOZ (Algo indecifrável)

Aqui da janela
Percebo que a chuva
Canta palavras sem nexo

O vento sopra...
E arranha o silencio da rotina

A pedra apresenta
Algo indecifrável (uma conversa sentimental)

A noite mostra um luar sorridente...

O tempo se encarrega de contar a minha idade

E o teu olhar pacifica o universo

Eu, tento decifrar tudo...

ALBERT ARAÚJO
28-06-08
SITE: www.albertaraujo.recantodasletras.com.br
 
O TEMPO É VELOZ (ALGO INDECI´FRÁVEL).

LUZ DA MANHÃ

 
A LUZ DA MANHÃ

“Aos poetas que brilham intensamente
Esses fachos imensos que surgiram do
Útero da poesia”

De manhã acordei com uma luz
E essa luz era a luz da poesia
Afundei nessa claridade abismal
Entre o dia e a noite
Logo me veio um refrão
A aparência era inocente
Que me fez manso e de alma
Contagiante.

ALBERT ARAÚJO
21-07-08
 
LUZ DA MANHÃ

FIM DO ESPAÇO

 
FIM DO ESPAÇO

No fim do espaço (caminho)
As palavras
Expressam-se

No fim da noite
Traço a minha trajetória
Nos versos do poema

Sabemos que;
O mundo pode morrer
A qualquer momento

Estrelas, ventos
E árvores
Todos têm pressas

Pressa para nos ensinar
Como preservar a natureza
E nos ensinar o caminho do amor.

ALBERT ARAÚJO
16-07-08

SITE: www.albertaraujo.recantodas.com.br
blog: http://albertaraujo.com/
 
FIM DO ESPAÇO

UM GRANDE AMOR

 
UM GRANDE AMOR

O meu amor...
Hei de crescer como as águas
Que tecem a natureza
Como o calor dos ninhos
Que aquecem os pássaros
O meu peito transformar-se-á
Em feltro absoluto
O meu intimo tragam ao mundo
Matérias vergônteas sólidas
Considerar o meu corpo como
Tua moradia
E o meu amor a tua felicidade
Intimidades...
Vidas vividas,
Escritas no livro da eternidade.

ALBERT ARAÚJO
29-07-08
 
UM GRANDE AMOR

MITO

 
MITO


A JOHN LENNON

Homem maduro
Que escutou
O mundo

As ditas frases azuis
Atravessaram as avenidas
Dos tempos

Mergulharam nas espirais
Das palavras
E nos inspiraram

O sol ainda
Escuta a voz
Do piano

Saiba que
Aquele traço
Bem posicionado
Na poesia

Ficará guardado
No cofre

ALBERT ARAÚJO
14-09-08
 
MITO

RETALHOS

 
RETALHOS

Abro as minhas mãos
Mas não vejo a brancura
Das espumas do mar

Encontro-me nu
Perdido na escuridão
Salgada do desencanto

Retalhos de uma paixão
Incendiada na raiz do
Esquecimento

Regresso;
São tantos lugares
Enclausurados
Em mim, o meu rosto não tem
O reflexo matinal dos lagos
Apenas deserto...

ALBERT ARAÚJO
Agosto/2006
 
RETALHOS

TENTATIVA

 
TENTATIVA

Tente ter a mão sagaz
Para bordar a noite
Nas linhas dos poemas

Tente ter uma pressa coerente
Para definir a filosofia...

Tente ter os olhos inteligentes
Para não criticar os livros
Que ainda não leu

Tente ter a sabedoria dos Deus
Eles nunca destroem o ninho
Dos passarinhos

Tente ter um sorriso
Ramificado de bondade
Para encontrar a paz

Tente ter a alma conquistada
Em todas as dimensões
Para encontrar o amor pleno.
 
TENTATIVA

PENSO

 
PENSO

Vida,
Luz de fogo
Uma taça sem esperança

Conheço os passos
Dessa estrada
Cada veia
Cada capítulo

Nervos tristes
Cabeças espatifadas
No asfalto
Da minha solidão

Penso na dor
Na pessoa amada
Na minha pessoa
Na Adriana Calcanhoto.

ALBERT ARAÚJO
07-08-08
 
PENSO

RUA

 
RUA

Vôo a vôo
(voando)
Vida que
Aparece
Quente
Completamente
Nua
E cada vez mais
Aleatória
Paro, penso
Descubro descoberta
Como ir a teu
Lado da rua
Rua da tua pele
Pele de sol
Fixa, e flutuante

Rua contagiante
Rua da rua
Rua nua.

ALBERT ARAÚJO
15-08-08
 
RUA

quero ser feliz

 
QUERO SER FELIZ

Deixe-me desfolhar a tua alma.
Que o êxtase do amor circunde
Vagarosamente o meu lago.
Que o canto triste comece a sorri.
Que meu instante nunca seja de
Deserto...
Que as flores ergam seus perfumes
Pelos ares do meu céu azul.
E a tua vida seja longa.
Pois tu és a luz do meu arrebol.
E quando estou contigo esqueço
As dores e todos os lamentos.
E quero ser feliz...
Da terra ao firmamento.
 
quero ser feliz

OLHARES

 
OLHARES

Olhos que olham
O coração aberto
Em leque

Olhos que olham
E contemplam a
Tarde horizontal

Olhos que olham
O sinal aberto
Para a juventude

Olhos que olham
As estrelas no
Interior da alma

Olhos que olham
O álbum de
Fotografias

Olhos que olham
Os dias de outrora

Olhos que olham
A paz no mundo

Olhos que olham
O peixe no aquário.

ALBERT ARAÚJO
SITE: www.albertaraujo.recantodasletras.com.br
 
OLHARES

ESSA FLOR...

 
ESSA FLOR...

Essa flor...
Tem um perfume
Tão intenso
Qual o cheiro
Do teu sabor

Essa flor...
Tem uma magia
Do broto...
Nasce um encanto

Essa flor...
Tem uma beleza colorida
Tão admirável
Da natureza surge
Com uma força inigualável
E suas pétalas voam pelo
Céu.

ALBERT ARAÚJO
21-07-08
 
ESSA FLOR...