https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

LEMBRANÇAS

 


Baroneto


LEMBRANÇAS

Lembranças verdugo implacável...
De minhas conturbadas saudades...
Onde o martírio de minha alma,
Busca um instante de serena paz!

Teimo em desejar ter incertezas
Abraçado a uma gota de esperança
Mas, dentro de mim a razão me diz...
Ela se foi para nunca mais voltar

E assim vivendo esse amor proibido
Vou navegando no mar da solidão
Permita os céus que eu não morra

Sem dar-lhe o ultimo adeus
Depositar em seus sedutores lábios
O beijo, deste que se tornou escravo teu.


Baroneto
 
Autor
THOMAZBNETO
 
Texto
Data
Leituras
472
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.