https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

autocarro 02.07am

 


não tirem o vento às gaivotas - sampaio rego sou eu


certa vez. apanhei um autocarro. o 02.07am – ia sem destino. para mim – todos os outros passageiros pareciam saber o propósito daquela viagem. eu não – apenas gostei do número. o 02.07am. parecia-me bem para número de autocarro – em boa verdade poderia ser 072ma. 702am ou talvez 2.07am. mas não. era o 02.07am – parou em frente a um precipício – o motorista, homem com uma farda que levava duas asas no coração. abriu-me a porta. olhou para mim com os ouvidos nas mãos. talvez não quisesse que fizesse perguntas. disse-me: -espera mas não desesperes pela tua hora. mais tarde ou mais cedo alguém te virá buscar – estava sem horas. possivelmente deveria ter apanhado um relógio com [am] daqueles que são feitos no Japão. que têm os números vermelhos como olhos do demónio que mora na rua 02.07pm – vive no outro lado de mim. escreve poesia nos dias em que os defuntos são todos encaminhados para o céu - gosto deste demónio. sei que no fundo não é mau rapaz. gosta apenas do inferno. penso que já nasceu dentro de um inferno. agora. já não se dá sem aquele mau estar que o faz escrever coisas infernais – raramente o ouço. com o tempo tornou-se silencioso. sabe sofrer para si. anda entretido com aquela mania de escrever os versículos satânicos de almas deprimentes – um dia. um anjo vestido de fato. enviado por um ser que toma conta de todos os homens felizes. veio-lhe dizer que se deixasse de escrever. talvez lhe arranjasse um lugar numa associação de benfeitores do mundo que não sofre com o pensar - mostrou-lhe as mãos, manchadas de negro. negro de carvão. disse-lhe: -já não sei escrever com caneta de aparo d`ouro – este demónio. já só reconhece as letras. que tal como ele. gemem em silêncio. não pelo tempo que a viagem do 02.07am demorou a fazer. mas porque está sem horas e vê o tempo a passar. e o precipício sempre ali. mesmo ali à frente do tempo.
 
Autor
sampaiorego
 
Texto
Data
Leituras
720
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 22/07/2010 22:38  Atualizado: 22/07/2010 22:38
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8223
 Re: autocarro 02.07am
o autocarro da vida e seu desconhecido destino entre anjos e demónios.
beijo


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 22/07/2010 23:42  Atualizado: 22/07/2010 23:42
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: autocarro 02.07am para sampaiorego
é sempre uma viagem especial a que se faz a bordo do teus textos.algo de raro e de belo,ainda que sofrido.como se a cada solavanco da estrada me doesse o coração.

beijo,sampaio que te escondes tanto.

alex