https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Forasteiro

 
Tags:  amor    paixão    sonho    estranho  
 
Quem és Forasteiro?
Que invades suavemente a minha utopia,
Que ao ver-te sinto uma enorme alegria,
Fascínio, cumplicidade como se por magia,
Peregrino desconhecido...
Entras no meu espírito, na minha fantasia.


Quem és Forasteiro?
Que com os teus pezinhos de lã me importunas,
Que em cada sonho preenches lacunas,
Como uma praia que precisa de Dunas,
Que embelezam, que encantam,
Como morcegos precisam de furnas...


Quem és Forasteiro?
Quem me aqueces com beijos em noites frias,
Que me abraças, que me merecias,
Como me fazes querer dormir por uns dias,
Príncipe outrora real,
Com o nascer do Sol desaparecias...


Quem és Forasteiro?
Que interpretas várias e diferentes personagens,
Que encaixas tão bem nessas paisagens,
Que para estar comigo, faz sempre estas viagens,
Longas, curtas... Metragens,
Juntos eu enxergo miragens...


Quem és Forasteiro?
Porque sinto eu este ardor?
Que arde sem nele sentir dor?
Porque fico sempre com calor?
E vejo o meu mundo com mais cor?
Desconhecido querido, amigo,
Sinto que te pertenço meu antigo... Amor!
Ghost


Read more: http://ghostofpoetry.blogspot.com/


Open in new window


 
Autor
Ghost
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2378
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
18
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/04/2011 01:05  Atualizado: 18/04/2011 01:05
 Re: Forasteiro
Ola, Ghost! Traze-nos um poema bonito, bem tecido, com um trago de misterio! Parabens! Abraco!


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 18/04/2011 01:47  Atualizado: 18/04/2011 01:47
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: Forasteiro
Querida Aniga
Poetisa Ghost!

É como sentimos os amigos da internet.
Um desconhecido e querido amigo que aprendemos a esperar sempre com ansiedade a sua visita.
Belo poema poetisa!
Bjinhos
Carol


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/04/2011 02:07  Atualizado: 18/04/2011 02:07
 Re: Forasteiro
Lindo poema...rimas melódicas e tema enigmático...Mas, sendo o antigo amor o mistério se desvanece...com encanto.
Abraços,ALICE


Enviado por Tópico
cristhal
Publicado: 18/04/2011 04:03  Atualizado: 18/04/2011 04:03
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2009
Localidade:
Mensagens: 869
 Re: Forasteiro
Belíssimo poema, lavrado em pérolas de versos nesta estrada da virtualidade.

Parabéns poetisa, Ghost.

Beijinhos.

Maria Valadas


Enviado por Tópico
Angela.Rolim
Publicado: 18/04/2011 05:12  Atualizado: 18/04/2011 05:12
Colaborador
Usuário desde: 11/11/2010
Localidade:
Mensagens: 1162
 Re: Forasteiro
Agradeço a leitura e comentário deixado em minha página e aprecio seu belo escrito! Deixei uma resposta para as poetisas que leram o meu texto 'Palavras de Amor' e dentre elas você. Um abraço!


Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 18/04/2011 19:09  Atualizado: 18/04/2011 19:09
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Forasteiro
Boa tarde! Que lindo poetisa Ghost

Uma poesia cheio de mistério e encanto.

Quem é o forasteiro?
rsrs belo

beijos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/04/2011 19:44  Atualizado: 18/04/2011 19:44
 Re: Forasteiro
Realmente um belo poema... Parabéns! continue assim


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/04/2011 21:57  Atualizado: 18/04/2011 21:57
 Re: Forasteiro
Muito bonito o seu poema querida poetisa. Parabéns!

Beijos

MÁRCIA ROSAS


Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 19/04/2011 01:15  Atualizado: 19/04/2011 01:15
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Forasteiro
Quantas palavras coloridas,sentidas,brilantes!Tua poesia cheia de encantamento!Obrigado por está beleza que me fascinou!

Mil beijos
Varenka

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 19/04/2011 01:17  Atualizado: 19/04/2011 01:17
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Forasteiro
Atemporal e belo... um poema que contínua. bjs