https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

O DESTINO DAS BOCAS...

 
Duas bocas não sabem
O destino de um beijo.
A saliência que existe
No verso que é triste,
Duas bocas não sabem...
Percorrem corpos, e copos
De bebidas, de poesias lidas
Na pele do outro,arranhadas.
Duas bocas se enroscam
Sem paciência,alvoroçadas.
Não sabem elas,o destino
Das línguas mudas,molhadas.
Das salivas que escorrrem.
Inundações que pecorrem,
Caminhos e destinos.
Desaguam nos corpos
E nas bocas...
Salientes,ocas ,sedentas.
Duas bocas...
Agora já sabem,aonde querem
Chegar,loucas...

LuciAne

 
Autor
LuciAne
Autor
 
Texto
Data
Leituras
845
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
0
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.