https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

*Escuridão*

 
Open in new window


Escondo-me na escuridão,
Que me envolve com os seus beijos,
Aliciando com a canção,
Que queima os ensejos,
E os desejos que torturam o meu coração!


Ainda tenho na pele o cheiro da queimada,
Que grita pelo gelo da solidão,
Amando num balanceio em cada alvorada,
As vigas desta paixão,
Com o sangue que me cai das mãos…


E giro, escutando o som fúnebre da invasão,
Inundo os olhos com as lágrimas,
Que entendem e consolam a emoção,
Pintando os seus vidros de escarlate,
Esboçando o que sobrou da vida com apreensão…


E não!
Não mudo o meu rumo,
Para exonerar esta absolvição!
Caiu ainda girando no sangue,
Que adaptei como o meu chão!


Ainda toca a música fúnebre,
Nos calabouços do meu coração,
Perdi todas as almas,
Que me invadiram em Vida,
Agora há somente a doce escuridão!



Marlene




Read more: http://ghostofpoetry.blogspot.com

Participação especial: http://nocaminhodasemocoes.blogspot.com/


Open in new window


________________________________________________
Imagem retirada do google.
 
Autor
Ghost
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3379
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
57 pontos
25
0
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 01/08/2011 22:21  Atualizado: 01/08/2011 22:21
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: *Escuridão*
"escondo-me...escuridão"..."doce escuridão"...de "todas as almas"..."meu rumo"..."que me envolve"..."e os desejos(?)"..."desta paixão"..."amando"..."inundo os olhos"...e "ainda toca a música"...no "meu coração"

Belo

Abraço te


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/08/2011 22:38  Atualizado: 01/08/2011 22:38
 Re: *Escuridão* - Para Marlene
Obscuro e apaixonado, ainda mais triste... Gostei de vê-lo lá no
Letras Doces, o papel de fundo negro dá um ar mais misterioso ao poema... Não significa que o poema está menos bonito aqui, pelo contrário, fica apenas de uma beleza diferente.


Enviado por Tópico
Auroraemmim
Publicado: 02/08/2011 00:08  Atualizado: 02/08/2011 00:08
Da casa!
Usuário desde: 28/01/2011
Localidade:
Mensagens: 241
 Re: *Escuridão*
Olá

Belo poema, ainda que tão triste.
Mesmo na escuridão ouça sempre a canção da esperança, ela ilumina o caminho.
Abraço

Auroraemmim


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2011 00:22  Atualizado: 02/08/2011 00:22
 Re: *Escuridão*
Amo texto assim, dorido e belo demais! Abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2011 00:32  Atualizado: 02/08/2011 00:32
 Re: *Escuridão*
*Poesia de verso forte e desnudo.
Aprecio tua intensidade e sempre numa bela formatação, trazendo-nos um conjunto perfeito.
Belo!
Beijo-te
Karinna*


Enviado por Tópico
EuniceContente
Publicado: 02/08/2011 01:04  Atualizado: 02/08/2011 01:04
Colaborador
Usuário desde: 06/07/2009
Localidade:
Mensagens: 532
 Re: *Escuridão*
"Não mudo o meu rumo,
Para exonerar esta absolvição!"

Forte, Ghost! lindo*


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 02/08/2011 02:16  Atualizado: 02/08/2011 02:16
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: *Escuridão*
Ímpar em beleza e imagens. bjs e obrigada


Enviado por Tópico
AdTe
Publicado: 02/08/2011 09:58  Atualizado: 02/08/2011 09:58
Da casa!
Usuário desde: 28/03/2011
Localidade:
Mensagens: 340
 Re: *Escuridão*
Muito Bom! *

Favorito meu, Teu :)


Enviado por Tópico
msrdany
Publicado: 02/08/2011 14:29  Atualizado: 02/08/2011 14:29
Da casa!
Usuário desde: 18/10/2010
Localidade: Monte Carmelo - MG
Mensagens: 392
 Re: *Escuridão*
Adorei o poema Marlene. Sombrio como a escuridão é este coração cheio de solidão.

Beijos e abraços.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/08/2011 14:42  Atualizado: 02/08/2011 14:42
 Re: *Escuridão*
Maravilhoso Marlene...o poético se expressa com força e emoção... como gosto. Parabéns amiga.

Abraços


Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 02/08/2011 23:45  Atualizado: 02/08/2011 23:45
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: *Escuridão*
Marlene

Encantei-me com o teu poema! Como me senti bem ler este momento poético!

Levei comigo para divulgação.
Beijo do ZÉ


Enviado por Tópico
P03tiza
Publicado: 03/08/2011 01:52  Atualizado: 03/08/2011 01:52
Da casa!
Usuário desde: 14/07/2011
Localidade: Lisboa - Portugal
Mensagens: 238
 Re: *Escuridão*
O seu 'eu' lírico é um corpo que descobriu a escuridão e que aprendeu a ama-lá. A fazer das suas melodias, as suas lágrimas. A fazer daquele imenso sangue o seu chão. Ama-a e recusa-se a deixá-la, pois como se despede, e permita-me citar: 'Perdi todas as almas,
Que me invadiram em Vida,
Agora há somente a doce escuridão!', ou seja, não tem nada a perder, nem mesmo nenhuma alma que a aguarde do outro lado por isso porque não ficar?


Abraços,
atenciosamente e admirando a sua escrita,
P03tiza.