https://www.poetris.com/
 
 
"Ainda te lembras Amor?
Dos tempos que vivemos,
Dos dias em que colocámos a cor,
Ou só relembras as noites cinzentas,
Em que o gelo dominou o calor?"

Open in new window

Lembranças partilhadas,
Como vidros coloridos,
Estilhaçados no meio do nada,
Nada, que agora vejo,
Nos olhos do ensejo!


Cartas rasgadas,
Nas palavras agora gastas,
Quebradas de Amor,
Amor que nada guarda,
Nada há em cada promessa falada.


Memórias falhadas,
Como estacas de madeira,
Necessitando de ser limadas,
Para não ferirem corações,
Com o nada que agride paixões.


E tudo num Nada,
Nada de memórias,
Nada de lembranças,
Nada de histórias,
Nada há mais do que esperanças…

Marlene



Read more: http://ghostofpoetry.blogspot.com/#ixzz1TvQLcABK


Open in new window


 
Autor
Ghost
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1063
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
22
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2011 02:36  Atualizado: 03/08/2011 02:36
 Re: *Nada*
Adorei, o meu nada
nem esperança mais tem
lindo, lindo teu poema!

beijinho.
ISa


Enviado por Tópico
anjodanoite
Publicado: 03/08/2011 02:43  Atualizado: 03/08/2011 02:43
Super Participativo
Usuário desde: 14/03/2011
Localidade:
Mensagens: 152
 Re: *Nada*
Tristes são as lembranças de certas despedidas, parecendo deixar em cacos estilhaçados pelo chão as lembranças da partida!
Amo a tua escrita meu anjo só sinto normalmente não podelas comentar, o meu tempo tem sido escasso frente ao computador tenho postado alguns rabiscos via celular mas gostaria muito de ter tempo para comentar os seus textos e de tantos outros que tanto adoro ler e adimiro a escrita!
Esta lindo lindo o seu texto alias como é de seu padrão!
beijos no seu coração!
ANJO


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2011 02:46  Atualizado: 03/08/2011 02:46
 Re: *Nada*
*Enxergo no 'nada' tanto, visto pelo teu olhar...
Amo ler-te.
Beijoka*


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2011 03:17  Atualizado: 03/08/2011 03:17
 Re: *Nada*
Vejo no teu Nada um tudo em palavras! Lindo texto!Abraço


Enviado por Tópico
P03tiza
Publicado: 03/08/2011 03:29  Atualizado: 03/08/2011 03:29
Da casa!
Usuário desde: 14/07/2011
Localidade: Lisboa - Portugal
Mensagens: 238
 Re: *Nada*
Caríssima Marlene,

Neste grande feito 'Nada', questiona as lembranças do seu antigo e lembrado amor. Na verdade, confronta-o e decide fazê-lo porquê? Para ter a certeza de que está correcta e que de toda aquela história ficou um grande Nada... Um Nada que outrora foi um Tudo, aquele Tudo que era como uma ponte que juntava duas metades. Um Tudo que parecia confiante e consistente. Mas, no fim, na hora 'H', na hora em que mais precisa daquela segurança de que um Tudo ainda vos unia, revelou-se um Nada, um Nada quebradiço, um Nada que se dispersou sem libertar memórias, sem libertar lembranças... Um Nada que continua a destroçar corações, um Nada frio e repentino que corrompeu todas as cores daquele céu que haviam pintado juntos... Um Nada muito ingrato e injusto.

E é com muita admiração que aprecio estes versos.

Atenciosamente,
Rute/P03tiza.



Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 03/08/2011 05:41  Atualizado: 03/08/2011 05:41
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: *Nada*
hum..."nada"..."nada de memórias"(?)..."palavras...gastas"..."nada"..."Ainda te lembras Amor?"..."esperanças"

Gostei bastante de "*Nada*" (? a interrogação é propositada))

Abraço te


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2011 05:53  Atualizado: 03/08/2011 05:53
 Re: *Nada*
Ola fanstasminha. Adorei este poema. Tenho para mim que nada é tudo e tudo é nada!

Beijinho Marlene

Beijo azul


Enviado por Tópico
AdTe
Publicado: 03/08/2011 09:08  Atualizado: 03/08/2011 09:08
Da casa!
Usuário desde: 28/03/2011
Localidade:
Mensagens: 340
 Re: *Nada*
o Nada é imenso.
Associo o Nada ao vazio que transmite, é uma palavra fria.

Este nada, sinto-o desiludido.
As tuas palavras são fortes,
tanto em sentido como no sentimento com que as usas!

Beijinho Querida *


Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 03/08/2011 10:28  Atualizado: 03/08/2011 10:28
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: *Nada*
Marlene estou a ficar fã!

Mais um belo poema este retrospectivo sobre um amor. As palavras não e nada são logo na origem fortes por negativas e assim nasce um poema de grande desalento.

Beijo do ZÉ


Enviado por Tópico
msrdany
Publicado: 03/08/2011 15:24  Atualizado: 03/08/2011 15:24
Da casa!
Usuário desde: 18/10/2010
Localidade: Monte Carmelo - MG
Mensagens: 392
 Re: *Nada*
Este nada agridi um ser vazio de si.
Belo Marlene.

Beijos.


Enviado por Tópico
D'oliveira
Publicado: 03/08/2011 17:41  Atualizado: 03/08/2011 17:41
Super Participativo
Usuário desde: 08/07/2011
Localidade: Brasil
Mensagens: 165
 Re: *Nada*
Adorei, sou teu fã, e vc sabe disso, gosto muito desta forma de construir versos, sabes emocionar. bjus.