https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Soluços embriagados

 
Tags:  melancolia    inocência    inconsciente...  
 
Ela chega embriagada,
feliz, contente
mas, mal encarada
num olhar descontente.

Embriagada ela chega
estafada de álcool se rega…
Pousa a cabeça
sobre a mesa
perdida em pensamentos…
será que mereça
estes jumentos?

De mão trémula
leva a morte à boca.
À boca tumula
e esconde-se nessa dita ‘toca’.

Open in new window

Canta…
com uma voz lenta.
Lentos são agora os seus reflexos…
Espanta
a foz sedenta
com os seus perplexos.

Recusa-se a ouvir
explicações, sermões…
Apenas se quer suprimir.

Lamenta-se
por entre sorrisos
melancólicos…
Afoga-se
pelos seus preciosos
e albergados tons alcoólicos.

A cama?
Nem pensa nela…
Age como se o Mundo acabasse hoje…
Clama,
pel’aquela felicidade que lhe foge.

Fala em morrer…
despedindo-se,
promete enfraquecer
desmetindo-se…

Repete e repete
a música sem fim…
Será que compete? Que lhe compete
este destino assim?

Não aceita mudar
quando uma voz amiga lhe soa…
Conjuga compulsivamente o verbo ‘chorar’
até que a alma lhe doa…

Segreda-se
arrependida…
Desemprega-se
desta vida…

Vêm à tona não revelados…
e choram-se as almas
contam-se os desabafos…
Agrafos,
de vidas aparentemente calmas.

Assistem-se,
confrontadas…
Complicam-se
insensibilizadas.

E eu não aguento mais…
levanto-me e vou deitar-me…
Já amanheceu num ‘jamais’
onde nunca pensei encontrar-me.


'Dum vita est pO3tica'

Imagem retirada do Google e por mim editada de seguida.

Relembro que quem fala é o Eu lírico.

É de facto muito desgastante ver-se entregar vidas a um número infinito de garrafas corrosivas...
 
Autor
P03tiza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
711
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AdTe
Publicado: 04/09/2011 22:04  Atualizado: 04/09/2011 22:15
Da casa!
Usuário desde: 28/03/2011
Localidade:
Mensagens: 340
 Re: Soluços embriagados
Rute,

na minha opinião, este Poema é um dos melhores que já á li da tua autoria. SINCERAMENTE!!

É meu favorito, fica desde ja a saber!!

É forte no conteúdo, na intenção. É uma realidade muito frequente a que aqui descreves com maestria.
os meus parabens, sinceros pois encontro uma sequência muito boa das palavras usadas,que te elevam a uma sensibilidade extrema.
Sensibilizaste-me para o assunto que abordas.
Emocionaste-me, pois dramas destes são de se respeitar pela complexidade que giram em torno de si, e eu aplaudo-te de pé! Orgulhosa por teres sensibilidade suficiente para captar estes traços assim... tão a cru!

E é um prazer poder ler-te, assim tão a "nú" de coração nas mãos.
Sei bem a base de tal escrita!!

Beijinho IMENSO e um abraço grande!!

SAUDADE!

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 06/09/2011 09:21  Atualizado: 06/09/2011 09:23
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Soluços embriagados
Bom dia! Lindo!Lindo!Lindo!Parabéns!

Destaco:

A cama?
Nem pensa nela…
Age como se o Mundo acabasse hoje…
Clama,
pel’aquela felicidade que lhe foge.

Beijos

Enviado por Tópico
kahpoeta
Publicado: 09/09/2011 01:18  Atualizado: 09/09/2011 01:18
Super Participativo
Usuário desde: 09/08/2011
Localidade: Jundiai - SP - Brasil
Mensagens: 175
 Re: Soluços embriagados
Minha querida Rute...
Adorei, com todas as letras e expressões...
É uma rotina muitas vezes amargurada daqueles que clamam por socorro no âmago da alma, mais nunca passa pela boca... narrou maravilhosamente os pensamentos como tal.

Grandes beijos do seu amigo Kauê

=)