https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CATÁSTROFE NATURAL

 

Deixa-me que te foque
Sossega embebido pelo odor matinal
Dispo-te sem que te toque
Ao encanto da catástrofe natural

Que delire a gravata lavada
Ao espelho da minha fantasia
Que se desfaça a camisa talhada
Em lascas de madeira
Que humedeçam os meus lábios
Pelo teu tronco como trepadeira

Que o cinto se destrua
Entre meras labaredas
Que as calças perfurem o tecido
E se agitem em carne viva
Que a minha carne seja a tua
Que os sapatos se desatem
E as meias voem noutra perspectiva

Que a mais genuína intimidade
Se expresse e se solte
Entre arrepios de liberdade
Grite o mar e se revolte

Agora sim,
Sinto-me capaz de te amar
Para lá do horizonte
Até que te possa completar
Como a água completa a fonte.

25.10.11

O meu blog:
http://sempapelecanetacomalmaecoracao.blogspot.com


Quem quiser adquirir o meu primeiro livro de poesia é só entrar em contato comigo por aqui ou por email: jeneves17@gmail.com ou ainda, através da Chiado Editora

Obrigada,

Jessica Neves *

:)

 
Autor
jessicaseventeen
 
Texto
Data
Leituras
974
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
6
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/10/2011 22:38  Atualizado: 26/10/2011 22:38
 Re: CATÁSTROFE NATURAL
Gosto muito do que escreves...atinges o leitor(eu) com as imagens lindas e as emoções fortes dos teus escritos.

Meus parabéns minha amiga. Esta última estrofe está divina...


"Agora sim,
Sinto-me capaz de te amar
Para lá do horizonte
Até que te possa completar
Como a água completa a fonte."


Bjs,ALICE

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/10/2011 22:50  Atualizado: 26/10/2011 22:50
 Re: CATÁSTROFE NATURAL
"Que humedeçam os meus lábios
Pelo teu tronco como trepadeira"

o poema é impecável na sensualidade trazida pelos versos até o meu olhar. mas, pinçando um verso aqui outro acolá fiquei com o que destaquei acima. sensualíssimo, excelente introdução para a estrofe seguinte. digo mais: de maior tesão...

beijo Jessica, e aquele abração Carioca.

silveiradobrasil

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 26/10/2011 23:01  Atualizado: 27/10/2011 20:16
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: CATÁSTROFE NATURAL
Tens uma força que guia teus poemas .Belo demais.Bjs.Varenka

Enviado por Tópico
girassol
Publicado: 26/10/2011 23:20  Atualizado: 26/10/2011 23:20
Super Participativo
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa mesmo ao lado...a levo de braço dado.
Mensagens: 194
 Re: CATÁSTROFE NATURAL
Este poema abrasa de amor e por gostar o exalto, que esse mar ofegante nunca acabe.

Beijinho do girassol

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 26/10/2011 23:52  Atualizado: 26/10/2011 23:52
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: CATÁSTROFE NATURAL
Nos levas no teu poder
tão forte e irresistível
e nos deixas a alma a arder
e no coração a marca indelével...

Terminas com chave de ouro
e nessa pureza quero ir beber
e depois bem guardar o tesouro
e novo poema lindo já antever!

BEIJOS E ABRAÇOS SIDERAIS PARA TI MUSA DO MONDEGO, COM QUEM GOSTO DE VOAR NÃO O NEGO! AO TEU DISPOR A AMIGA,
Maria«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 27/10/2011 09:06  Atualizado: 27/10/2011 09:06
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: CATÁSTROFE NATURAL
Depois de ler mais um belo poema teu só me resta ficar felicíssima por saber que numa jovem poetisa Portuguesa desponta um talento nato e indiscutível.
Beijinho querida. Não sei se nasceste em Coimbra ou se vives apenas na cidade. Mas se nasceste, aqui te deixo o meu orgulho por teres nascido na minha terra. Nasci e fui criada até aos 9 anos na zona do Calhabé,

Vóny Ferreira