https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

,e repetirás

 
.
.
.
.
.
.
..................
********************

,se todos os amanhãs regressarem pelo poente
,como o som de um violino já rouco?

(I)

,quantas vezes me entediou a palavra escrita,

,adormecida, como um amar já gasto?
de que me interessa o amar, ou
se a primavera ressuscita, nas águas tantas de abril?

,fugas apenas das tuas mãos, dirás,
do gargalo estreito que me impede o afogamento
desejado,

das procelas cobrindo faróis descoloridos,
,e repetirás,
os naufrágios da minha alma, ou do silêncio,

ou esses lilases que nascem numa terra já morta.

(II)

,esqueço-me do cigarro que me queima os dedos,
insensíveis de tão amarelados,
dos areais sem esconderijos, da memória
que vai morrendo desgastada.

,se as nuvens em granizo, sem benevolências, aparecerem,
apagando os santelmos, já gastos
pelo salso mar,
pequenas as chamas,

esconder-me-ei pelas vertentes, e depois,

calar-me-ei,

[revelando-te os passos em volta que me acordam pelas noites em escarpas],
repetiremos?



"Forfante de incha e de maninconia,
gualdido parafusa testaçudo.
Mas trefo e sengo nos vindima tudo
focinho rechaçando e galasia.
Anadiómena Afrodite? Não:"

("Afrodite? Não" Jorge de Sena)





«Abril é o mais cruel dos meses, gerando
Lilases na terra morta, misturando
A memória e o desejo, atiçando
... Raízes inertes com a chuva da primavera.”
( T. S. Eliot “The Waste Land”)




Textos de Francisco Duarte
 
Autor
F.Duarte
Autor
 
Texto
Data
Leituras
757
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/04/2013 11:05  Atualizado: 13/04/2013 11:05
 Re: ,e repetirás
sempre inspirado com alma de poeta navegador. os meus parabéns.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 13/04/2013 11:36  Atualizado: 13/04/2013 11:36
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: ,e repetirás
senti-me pássaro em fuga, livre e alvoroçado a tentar
atingir o areal, olhando esse poente onde a esperança nunca morre
na vinda dum amanhã melhor.

É sempre com imenso prazer que te leio.

Bj da amiga
rosafogo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/04/2013 22:22  Atualizado: 13/04/2013 22:22
 Re: ,e repetirás
A vida é sempre a mesma "lenga lenga"...nascer, viver, morrer, quer seja no contexto da vida mesmo, quer seja no contexto do quotidiano de cada um...e será sempre assim...
Saudades de te ler Duarte!
Abraços
Luzia