https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Portão da Infância

 
Tags:  Dia dos avós  
 
.Saudades do bolo de laranja, do doce de figo, do queijo do sítio, da polenta, do frítuli, do inhoque, da macarronada, do arroz, de quando ela dizia para o Nono: Narandola!.... das risadas, da cortina da cozinha, da alegria simples, da italianada reunida e do sofá que se abria para dormir, dos ensaios da quadrilha, da sonata vermelha...da máquina de costura, das férias inesquecíveis e de tudo o que eu aprendi com o Nono e a Nona, nesta casa. Por onde for meu coração, eles estarão comigo sempre.
Ainda me lembro, quando íamos embora,eu olhando para trás, de dentro do carro se distanciando, o Nono com as duas mãos no rosto chorando ao lado deste portão da minha infância, jamais vou me esquecer deste momento, porque marcou demais esta minha existência.
Depois de 10 anos, eu retornei a casa deles e tentei descrever em palavras um pouco do que senti. Naquele momento não conseguia falar...a saudade vive em nós...


Helen De Rose
Visite meu blog

Quando abri aquele velho portão,
minha infância feliz saiu correndo,
pro quintal antigo do meu coração
meus braços foram pro céu se erguendo.

Via-me ainda menina pequena, indo
de encontro com minha eterna saudade
deixada ali, no mesmo lugar sorrindo,
minha Nona dizendo: - Que barbaridade!

Minhas lágrimas queriam dizer:
- Eu voltei para o mesmo lugar,
que um dia eu deixei de ver,
onde eu aprendi o sentido de brincar.

Onde a inocência tomava banho
no tanque quadrado do quintal,
depois de sujar meu cabelo castanho
com os bolinhos de terra do lamaçal.

Onde a curiosidade morava no porão
repleto de coisas antigas e passados,
que viravam brinquedos pelo chão,
enquanto imaginar eram voos alados.

Eu voltei para rever o que eu amei
e jamais vou conseguir esquecer,
porque, no meu íntimo, eu sei
minha infância aqui irá permanecer.

 
Autor
HelenDeRose
 
Texto
Data
Leituras
965
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
6
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Onde_está_o_@mor?
Publicado: 26/07/2013 21:18  Atualizado: 26/07/2013 21:18
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Funcheira
Mensagens: 690
 Re: O Portão da Infância
Olhe menina eu também tenho muitas saudades dos figos, doas amenduas, das paças, leite creme da minha avo, das farturas e dos pirolitos da feira franca, do pudim do natal, do bolo que eu meu pai trazia de grandola e das pinhatas de alcacer. Ai tenho tantas saudades. Voce escreve lindamente e alembrei-me muito bem das coisas boas dos tempos de mocito.
Abraço.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 26/07/2013 21:18  Atualizado: 26/07/2013 21:18
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: O Portão da Infância
Boa Tarde Elen, um excelente relato das tuas memorias de infância, parabéns pelo envolvente texto,que redunda em uma linda homenagem aso teus avós, um grande abraço, MJ.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/07/2013 01:47  Atualizado: 27/07/2013 01:47
 Re: O Portão da Infância
minha querida amiga Helen; bem sabes que eu gosto também de trazer à tona essa coisas da infância; lembranças refrescantes, das doçuras, dos sabores, dos perfumes e peraltices que a gente não esquece, do mesmo modo que não esquecemos dos nossos avós. inda bem que você escreveu isto hoje, te agradeço, pois me senti também homenageado. tomara que meus netos guardem ao menos um pouquinho do que fui(sou) mas desse jeitinho doce como pôs em versos aqui... junte aí na sua canastra; http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=34148 rs
bj e o carinho do meu abraço caRIOca

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 27/07/2013 20:47  Atualizado: 27/07/2013 20:47
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: O Portão da Infância
Helen querida,
As inesquecíveis delícias da infância
e a casa dos avós...Tenho jogado pelo
Luso um texto sobre a Casa da Vovó.
Cada palavra escrita por ti é como minha,
por ser sentida e tida igual.
Obrigada por um momento tão belo
e prazeroso!
Bjos

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 09/08/2013 23:10  Atualizado: 09/08/2013 23:10
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: O Portão da Infância
Lindo, doce e ternurento. Infancia, um portão sempre aberto até à eternidade. Bjo. Vólena

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/10/2014 07:03  Atualizado: 24/10/2014 07:03
 Re: O Portão da Infância
Quanta saudade esse belo poema traz!