https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

maré vermelha

 
Tags:  fuga  
 
águas rolam pelas paredes
e não sei nadar
pressiono-me na cama, como flor
de lençol
sem balançar um respirar
nauseada em ondas vermelhas
agarro-me em fio de tempo
[ponteiro de pensamento]
e remo de volta à ilha...
[aquela onde plantei meus
alucinados dias]
minha praia de desejos
deve estar lá espumando sobre
areias onde enterrei segredos
meu campo de selva com ramas abraçadas
ainda devem cercar minhas feras...
[ será?]

ainda estarão presas ganindo conflitos...
ou estarão soltas devorando
crias de sonhos recem nascidos?

grito!

ecoando minha chegada
no pequeno pedaço de terra
d\'onde bebia da fonte
de um poço sem fundo

regressei
regressei pro
meu mundo...
agora posso trepidar os ossos
no terremoto de um soluço
profundo...







 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
1298
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 05/11/2013 16:41  Atualizado: 05/11/2013 16:41
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17655
 Re: maré vermelha
Amiga Poetisa
Belo, forte e complexo! Apreciei a leitura! Parabéns! Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 05/11/2013 19:24  Atualizado: 05/11/2013 19:24
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6830
 Re: maré vermelha
Palavras que se perdem nessa magia que se resplandece no mai encantos dos poema, lindo


Enviado por Tópico
samuelk7
Publicado: 05/11/2013 21:37  Atualizado: 05/11/2013 21:37
Da casa!
Usuário desde: 27/09/2013
Localidade:
Mensagens: 499
 Re: maré vermelha
Muito bom!Seus poemas são muito bem elaborados e sedutores e quando a gente assusta já estamos viajando em cada palavra deles!Parabéns poeta


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/11/2013 11:10  Atualizado: 06/11/2013 11:10
 Re: maré vermelha
mais um poema para degustar. parabéns, Mary.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/11/2013 17:58  Atualizado: 06/11/2013 18:06
 Re: maré vermelha
"minha praia de desejos
deve estar lá espumando sobre
areias onde enterrei segredos"

há pensares como se íntimos que quando convertidos em poema, a gente lê, lê e relê, e apesar de as palavras nos abraçarem instigando-nos a descobertas, não se consegue extrair a essência, o verdadeiro significado, mas deixa-nos um sabor agradável de mistério, um exercício para nossa imaginação borbulhar... sem dúvida, que a autora faz isso muito bem, se não para expulsar alguns demônios interiores, ou é então; proposital, para nos provocar, ver as reações, limites... a estrofe que escolhi é intrigante, parece falar dum lugar donde se guardou confidências. muito bom, Mary
bj e meu abraço caRIOca