https://www.poetris.com/
 
Textos -> Outros : 

O Alentejo

 

O Alentejo

Que lindo o nosso Alentejo! Sereno, perfumado, quente, não só no clima mas no seu conjunto de paisagem, gente boa, simpática, abençoada, linda
e acolhedora. O sotaque privilegiado com que nos acolhe, parece um cântico nostálgico dos seus primitivos antepassados lembrando doces cantos mouriscos. Parecem amortecidos nos seus modos diários mas as pessoas são trabalhadoras incansáveis. O Sol brilha quase sempre e as estrelas são fulgurantes como não vejo em outro lugar. A noite é de uma beleza invulgar, calma, perturbadora de tranquilidade silenciosa. Tudo parece dormindo um sono de Paz. A aurora desperta mansamente. Toda a gente se levanta e afadiga a cozinhar e meter nas marmitas o almoço, a janta como dizem, para partirem ainda madrugada pelos campos fora. Os animais tratados. A casa amanhada, em cima do frigorífico, uma torradeira. Todos os atavios de que precisam para um dia de jornada, ali estão.
Calçam botas, meias grossas por vezes de riscas coloridas e feitas ao serão, Apiraltadas! Saias, camisas largas apertadas na cintura por aventais de chita
floreada Os lenços postos de maneira que o Sol não as queime e proteja além dos grandes chapéus de palha que lhes compõem a figura e reforçam o seu bem estar. Os homens acompanham-nas e trabalham nos trabalhos de campo que lhes competem. O sono deve ter sido reparador. A alegria está estampada nos rostos queimados, morenos. Partem e em vários pontos juntam-se e fazem os arrenegas da manhã com os ditos, gracejos e apartes graciosos e divertidos.
Daí a pouco tempo o rancho compõe-se e lá seguem cantando canções lindas, calmosas que já acompanharam os avós do tempo de antanho e sempre recordadas em todas as gerações. A hora da merenda é seguida pela sesta merecida. O petisco geralmente é acompanhado de belo vinho das suas cepas, bem merecido depois de toda a manhã apanhando as espigas douradas das searas ou cegando todo terreno, sachando ou outros trabalhos devidos ao campo. Depois deste calmo ressoar aí partem aos afazeres novamente. Voltam à tardinha, cansados mas alegres, canzeando. Vão-se separando e cada um segue a sua embocadura com os seus rituais costumeiros. Tudo isto é pouco para contar uma vida tão cheia, e um povo tão trabalhador de sotaque castiço e bela nos cantares dos ranchos folclóricos tão ritmados. Terra invejável de costumes e embora não pareça de alegria.
Assim um pouco do nosso Portugal mágico contado e que tanto tem para contar. O Alentejo de encanto visto por uma alfacinha.

Vólena



 
Autor
Volena
Autor
 
Texto
Data
Leituras
932
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
37 pontos
25
6
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 19/09/2014 12:33  Atualizado: 19/09/2014 12:33
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4177
 Re: O Alentejo
Muito bonita esta homenagem ao Alentejo.

Beijo
Eureka


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2014 13:03  Atualizado: 19/09/2014 13:03
 Re: O Alentejo
o Alentejo é a região mais bonita de Portugal. quem disser o contrário é porque mente...hehe. parabéns, Helena.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2014 13:08  Atualizado: 19/09/2014 13:08
 Re: O Alentejo
*já li várias composições enaltecendo esse lugar, que confesso: tenho vontade de conhecer!
gostosa prosa, prendeste-me a atenção.
beijoka*


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2014 14:51  Atualizado: 19/09/2014 14:51
 Re: O Alentejo
Vólena,

Com estas imagens tão detalhadas e belas aguça-me a vontade de conhecer este belo lugar!

Fiquei a imaginar como seria se estivesse no Alentejo!

Beijos com carinho,

Anggela


Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 19/09/2014 15:30  Atualizado: 19/09/2014 15:30
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2706
 Re: O Alentejo
O Rio Tejo nasce na Espanha
E vem desembocar em Lisboa
A simplicidade que é tamanha
Dos ribeiros que riem à toa

Abraços,

Gostei, lindo e nostálgico.


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 19/09/2014 19:45  Atualizado: 19/09/2014 19:45
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15103
 Re: O Alentejo
E a alfacinha soube mostrar muito bem o povo de bem do Alentejo. "Assim um pouco do nosso Portugal mágico contado e que tanto tem para contar". Lembrou-me Almeida Garret viajando na terra dele. Abraços poéticos e parabéns pela mestria. Inté!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2014 22:15  Atualizado: 19/09/2014 22:15
 Re: O Alentejo
Que bela explanação. minha amiga, viajei nas suas
palavras, nao conheço Portugal. mas adoraria.
Sua prosa está adorável.
Abraço


Enviado por Tópico
VCruz
Publicado: 21/09/2014 16:29  Atualizado: 21/09/2014 16:29
Colaborador
Usuário desde: 08/06/2011
Localidade:
Mensagens: 679
 Re: O Alentejo
Isso só pode ser mesmo coisa de Vó!
Viajei na imagens e pude sentir o sabor do vinhos caiando a garganta, as vozes melodiosas acariciando a alma e o calor do sol se pondo na brisa da tarde. Nunca pisei além mar, mas agora pude voar...
Bjão Vó
V.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/09/2014 05:26  Atualizado: 22/09/2014 05:26
 Re: O Alentejo
Deu vontade de conhecer esse recanto de Portugal. Quem sabe uma hora dessas... Bela homenagem, parabéns!
beijinhos


Enviado por Tópico
TecaLima
Publicado: 23/09/2014 00:39  Atualizado: 23/09/2014 00:39
Da casa!
Usuário desde: 15/10/2013
Localidade: Campina Grande-PB
Mensagens: 251
 Re: O Alentejo
Senti uma enorme desejo de ouvir o sotaque dos alentejanos e seguir à vontade, pelas ruas de pedra. Lá o vento vem de longe e trás do Brasil, a lembrança dos antepassados.


Enviado por Tópico
velhopescador
Publicado: 23/09/2014 15:49  Atualizado: 23/09/2014 15:49
Colaborador
Usuário desde: 01/03/2013
Localidade: Marília-SP Brasil
Mensagens: 1098
 Re: O Alentejo
Olá, amiga Vólena

Como é doce viajar neste teu texto.
Parece-me ouvir as canções, os risos, os sussurros... perceber as piscadelas, os romances...
Parabéns

Grande abraço
><>


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/09/2014 18:16  Atualizado: 23/09/2014 18:16
 Re: O Alentejo
simplismente belíssimo, meus sinceros cumprimentos!
MINHA ADMIRAÇÃO A TI POETISA...


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 26/09/2014 23:59  Atualizado: 26/09/2014 23:59
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29155
 Re: O Alentejo
Simplesmente uma maravilha que vem das palavras mestradas poe pura sabedoria, o silêncio para ti ele sorria.