Poemas : 

Perdoa-me

 
 
Perdoa-me pelos grunhidos por mim, escarrados
Cuspidos,densos,que como fogo queimaram tua pele
Fazendo-te arder como brasa em neve
Causando dor a dois corações já machucados

Perdoa-me por infames loucuras de amor
Cortei minha carne com minha própria navalha
Pela tentativa minha de rendenção,esta sendo falha
Martelando-me,dilacerando nossas almas em cacos de dor

Queria que o tempo para trás andasse
Para que meu amargo remorso acabasse
E o chicote de culpa não mais venha à me atormentar

O sentimento não deixa meu "eu"
Pelo mesmo ter causado o tormento que é teu...
Espero no passar das primaveras,tu vir à me perdoar

 
Autor
MatheusBelfort
 
Texto
Data
Leituras
1122
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
kripy
Publicado: 05/04/2015 22:32  Atualizado: 05/04/2015 22:32
Membro de honra
Usuário desde: 26/05/2010
Localidade:
Mensagens: 3061
 Re: Perdoa-me
MatheusBelfort,gostei muito deste seu poema sombrio,um grande abraço para si meu amigo,Kripy.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/04/2015 08:38  Atualizado: 06/04/2015 08:38
 Re: Perdoa-me
Um estupendo soneto, amei!