https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

SERRA NEGRA

 
Tags:  SONETOS 2014  
 
SERRA NEGRA

Uns dois anos atrás estive aqui
A contemplar abismos e uivar ecos.
Titereiro de intrépidos bonecos,
Ainda tento rir do que vivi.

Não penso ter os anos que perdi:
Melhor mirar além co’os olhos secos!
Melhor partir, juntar-me os cacarecos...
Mais certo da jornada dentro em mi.

Limítrofe andar para a distância
D’onde ainda olho as luzes da cidade
Cintilando outro adeus já sem saudade.

Pois esse derradeiro olhar, cheio de ânsia,
Houve-de abrir os céus n’um luar furtivo
Para raiar-me em glória, redivivo.

Betim - 22 10 2014


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
229
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.