https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

queda.

 


fico-me.

sou a presença ténue de um fogo nunca visto
antevisto
enganador
em sedução

mas isso foi antes da tua pele como horizonte
antes do teu leito como terra
genuína
onde a minha semente deitada seria corpo
outro
um dia

ateado em mim ardeste - temeroso desististe

e deixaste-me assim
ténue.
qual impulso apagado que me sucumbe.
e eu com ele.





 
Autor
fbmateus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
313
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.