https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem eira nem beira

 
Tags:  semântica verso  
 
Sem eira nem beira

Quem me dera ter o verso soberbo
na ponta dos dedos
e ser o poeta sem eira
nem beira
percorrendo estradas
de searas ambíguas…

quem me dera usar a foice
com a maestria das ceifeiras,
colhendo as espigas
como quem faz amor
com o carinho de cada palavra…

quem me dera debulhar
os sentidos
como quem tira o vestido
à nobreza das águas…

quem me dera moer
ternamente os grãos
como quem dilacera
e morde
e arranha
e venera
a farinha das letras
doiradas pelo sol…

quem me dera amassar essa massa
dos pensamentos fartos,
dos pensamentos lautos
perpetuados pela semântica…

quem me dera matar a fome das gentes
com o pão da poesia
patente da fonologia
da minha língua…

quem me dera beber o calor
das vogais
trocando as consoantes certas
num sotaque quebrado
pela côdea do alfabeto da vida,
e depois sim…

morrer para não mais escrever.


 
Autor
Nininha
Autor
 
Texto
Data
Leituras
624
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
14
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/05/2016 20:40  Atualizado: 04/05/2016 20:40
 Re: Sem eira nem beira
Uma só palavra...Perfeito


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/05/2016 21:14  Atualizado: 04/05/2016 21:14
 Re: Sem eira nem beira p/ Nininha
...
quem me dera que não pensasse assim
pois muito se perderia a concretizar-se tal vontade:)

Muito Bonito, Obrigada

AM


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 04/05/2016 22:12  Atualizado: 04/05/2016 22:12
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16304
 Re: Sem eira nem beira
Poetisa
Gostei imensamente!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 05/05/2016 01:25  Atualizado: 05/05/2016 01:25
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15186
 Re: Sem eira nem beira
Penso se tivesse eira ou beira... adorei este pão poético. Beijos mil!


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 06/05/2016 13:11  Atualizado: 06/05/2016 13:11
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4260
 Re: Sem eira nem beira
Olá Nininha,

Maravilhosa se torna a leitura deste teu soneto onde multiplicas os versos pelos pães que nunca deveriam faltar a ninguém.
Muito bem construído e pensado.

Adorei, é sem dúvida um favorito
Beijos
Eureka


Enviado por Tópico
Norberto Lopes
Publicado: 07/05/2016 10:57  Atualizado: 07/05/2016 10:57
Colaborador
Usuário desde: 15/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 970
 Re: Sem eira nem beira
Isto é como se a gente, ondulasse por simpatia, levados pelo movimento de trigais e se deslumbrasse na voluptuosa elegância das papoilas; enfim, encantamento!...

palmas e uma mirada de admiração

sfich


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 07/05/2016 11:42  Atualizado: 07/05/2016 11:42
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Sem eira nem beira
QUEM DERA? Mas o que está fazendo é isso mesmo dar o pão da poesia sabendo tão bem as vogais, consoantes, frases que soam mesmo em silêncio e a fazem viver em nós e no mundo, depois ninguém morre, continuamos na glória de Deus. Gosto e admiro a sua escrita Beijinho Vólena