https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Portugal, Quinto Império do Mundo

 

Chamaram-te do Mundo o Quinto Império,
Para que dele se esqueçam os humanos
De Assírios, Persas, Gregos e Romanos,
Sem que contudo alguém te leve a sério.

Muitos vieram envoltos em mistério,
Ladrões, aventureiros e ciganos,
E tantos Vendilhões de vãos enganos,
Que te lançam na lama e vitupério.

Pobre de ti, império das bandeiras
Por todas as varandas penduradas,
Acabados os jogos e as feiras!

Olha-te ao espelho e vê a figura triste:
Bandeiras tens agora esfarrapadas
Do teu império que nunca viste.

 
Autor
maduro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1166
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 29/02/2008 23:34  Atualizado: 29/02/2008 23:34
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Portugal, Quinto Império do Mundo
Sim... depois de um império... nada resta além de bandeiras esfarrapadas!

Gostei muito do soneto!

Beijo

Enviado por Tópico
q14
Publicado: 01/03/2008 10:09  Atualizado: 01/03/2008 10:09
Da casa!
Usuário desde: 02/10/2007
Localidade:
Mensagens: 247
 Re: Portugal, Quinto Império do Mundo
É forte a imagem do império nunca visto, parabéns!

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 01/03/2008 10:42  Atualizado: 01/03/2008 10:42
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Portugal, Quinto Império do Mundo
Soneto oportuno e e bem construído. Portugal é...nevoeiro. Convém reler Fernando Pessoa e o padre António Vieira, sobre esta temática. E porque não Raymond Abellio e Dominique de Roux. Será que o Quinto Império, o império Místico, já se cumpriu?
Um abraço
Henrique pedro