https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

Cravos de Abril

 

Onde estão os cravos de cheiro,
Onde estão os cravos vermelhos?
Alguém sabe onde se colhem,
Alguém sabe onde se cultivam?

Preciso urgentemente de um cravo vermelho,
Preciso urgentemente de colocar um cravo vermelho ao peito.
Cansei-me dos cravos de estufa,
Abomino os cravos de papel que as crianças fazem na escola.

Cravos precisam-se.
Os poetas precisam de cravos vermelhos,
Os poetas já não cantam os cravos,
Os poetas sem cravos ficaram egoístas.
 
Autor
maduro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3945
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 25/04/2008 13:06  Atualizado: 25/04/2008 13:06
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3457
 Re: Cravos de Abril
Ohhhhhhhh

Os cravos vermelhos que fazemos com as crianças na escola são tão lindos, têm a pureza de Abril, o perfume da Primavera sem o cheiro nauseabundo da corrupção...

Tu é que sabes!

beijo



Enviado por Tópico
jessé barbosa de oli
Publicado: 25/04/2008 13:53  Atualizado: 25/04/2008 13:57
Da casa!
Usuário desde: 03/12/2007
Localidade: SALVADOR, Bahia
Mensagens: 334
 Re: Cravos de Abril
muito legal. acho importante esta
evocação do papel de ativismo que os
poetas tiveram na luta contra o
salazarismo e a favor da democracia.
o presente poema também me diz que os poetas
não podem ser omissos, apolíticos:
evidentemente que ele não pode está
a serviço de legendas políticas,
mas, com seus poemas,
deve pugnar pela conscientização
do povo, ainda que seja uma missão árdua,
até mesmo vã;
como também lutar pela implementação
da democracia.
ah, e viva a revolução dos cravos!

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 25/04/2008 15:11  Atualizado: 25/04/2008 15:11
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2300
 Re: Cravos de Abril
Os cravos das escolas primárias (primeira à oitava série) dizem que D. Pedro Proclamou a nossa Independência, montado num cavalo branco, dando aquele famoso grito "Independência ou Morte" quando na realidade vinha de Santos pazra S.Paulo, onde havia visitado sua amante, montado numa mula. Estva com dor de barriga, atrás duma moita quando recebeu as mensagens de Portugal.


Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 25/04/2008 15:54  Atualizado: 25/04/2008 15:54
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Cravos de Abril
O cravo é uma bela e forte flor, que representa a garra, a força e o sentimento pra mim. Aprecio o de cor rosa, embora sou adepta da beleza de todas as cores. Enfim, o poema está belo e isso é o que importa. Ledalge,bj