https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Tibete

 

Estou ao teu lado, monge budista,
Que vives aí, no tecto do mundo.
Estou ao teu lado, pois daí se avista
Toda esta merda que vai cá no fundo.

Estou ao teu lado, monge budista,
Quando és barbaramente agredido,
Estou ao teu lado, pois daí se avista
Que tudo por cá está a ser fodido.

Estou ao teu lado, monge budista,
Em cada segundo da tua luta,
Estou ao teu lado, pois daí se avista
Todos quantos são os filhos da puta.

Estou ao teu lado, monge budista,
Estou ao teu lado como cristão,
Estou ao teu lado, pois daí se avista
Que todo o mundo também é irmão.
 
Autor
maduro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
868
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 02/04/2008 22:31  Atualizado: 02/04/2008 22:31
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Tibete
Bem fazem os monges, que purificam as entranhas. Gosto de verdades declaradas.Parabéns e grata pelas palavras.Ledalge

Enviado por Tópico
Hisalena
Publicado: 13/04/2008 22:53  Atualizado: 13/04/2008 22:53
Colaborador
Usuário desde: 30/09/2007
Localidade: Leiria
Mensagens: 730
 Re: Tibete
Uma abordagem interessante feita com um interessante jogo de palavras de um tema polémico... gostei.