https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tecidos

 
Ainda me lembro das noites tantas,
Dos tantos beijos dados e recebidos;
Teus cabelos acolhendo-me, mantas
De aloirado veludo que era meu ninho!

A dor da triste solidão não suportando
Lembrei das curvas do teu corpo divino
Peguei tesouras, fitas e um tanto de panos,
E resolvi confeccionar para ti um vestido.

Lembrei dos anos felizes, dos dias de praia,
Tanto tempo passou! (Subiu um pouco de pó)
Minhas mãos iam trabalhando o "fino" calicó
E a agulha ia ferindo a camurça e a cambraia!

Meus dedos tristes iam num vai-e-vem sem fim
Minha língua a míngua procurava teu batom
O pranto umedecia a musselina ou o chiffon
Enquanto a tesoura traçava desenhos no brim.

As mangas bordadas de fresco e vistoso cetim
Amalgamadas com tafetá, terilene e tarlatana
Tudo veludoso e pelúcia para a pele porcelana
Mais perfumosa que as magnólias do jardim!

Ia cosendo e chorando dia e noite, noite e dia
Sem ninguém para amar nas tardes ou manhãs
Por fim fiz um remate no vestido de belbutina
Fiz uma lua de voal e as estrelas de finas lãs!

Hoje não te tenho nem mesmo na fotografia
Por isso fiz esse vestido retalhado de panos
Para que mesmo com o passar de tantos anos
Eu possa te cobrir e te amar em minha fantasia!


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
453
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
10
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/09/2016 11:16  Atualizado: 01/09/2016 11:16
 Re: Tecidos
Olá Gyl,

Simplesmente lindo.

Não tem como não elogiar a sua escrita.

Divina!

Um abraço,

Anggela


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 01/09/2016 16:44  Atualizado: 01/09/2016 16:44
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2380
 Re: Tecidos
Gyl,
Que coisa mais linda voce escreveu!
Digo: LINDA! Uma poesia que me encheu a alma e o coracao, foi como um filme que eu estivesse assistindo, sentindo cada pedacinho do seu sentimento.
Que maravilhosas (digo: maravilhosas!) construcoes poeticas, uma mistura de todos os sentimentos doloridos, lindos, suaves, ternos, acolchoados, com sua marca, com seu jeito.

Ahhhhhhhhhh o que dizer mais?

A M E I !!!!!!!!!!!!!!
Favoritei. E nao favorito nunca para fazer media... nem para ter leituras, ou comentarios...favorito o que realmente gosto!

Beijao menino!
Hoje vc extrapolou! Com "e" maiusculo!


*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
Nininha
Publicado: 02/09/2016 22:34  Atualizado: 02/09/2016 22:34
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2016
Localidade:
Mensagens: 1717
 Re: Tecidos P/ Gyl
Olá Gyl;
Este poema lembrou-me a história da Penélope...
Muito bonito e bem construído. Com palavras ricas e imagens interessantes! Muito bem!
Obrigada pela partilha.
Beijos mil amigo Gyl


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 04/09/2016 16:00  Atualizado: 04/09/2016 16:00
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1365
 Re: Tecidos
Adorei a leitura!
Fez-me sentir criança com uma boneca na mão. Tecendo por entre os dedos frágeis, frágeis costuras com panos de mais diferente condição...aparos muitos!
O único registo que se retém é o da memória
"Hoje não te tenho nem mesmo na fotografia"

e o da "fantasia"
"Eu possa te cobrir e te amar em minha fantasia!"
Fantásticas quadras de fantasia.

Um abraço de maré


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 28/09/2016 12:32  Atualizado: 28/09/2016 12:32
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12509
 Re: Tecidos P/Gyl
Um verdadeiro estilista nunca criaria uma obra tão perfeita de rendas e cetins que me fizesse deslizar pela fantasia e tamanho sentimento que só um poeta inusual e maravilhoso, pode conceber para nos inundar de tamanho deslumbramento! Admirável! Um aplauso sem fim. Abraço, perene favorito e uma grande admiração Vólena