https://www.poetris.com/
Poemas : 

Asilo Inabitável

 


Coloquei tranca nas portas,
mas quem impede a entrada do vento?
Pedi silencio ao meu corpo,
e em suspiro profundo o coração diz que não é hora de parar.

O que fazer com minha casa?
Como adiar sua presença?
Vem Senhor!
Mantive limpa a minha casa e reservado o teu lugar.

O meu forte é a tua força,
e tua sombra meu esconderijo.
Se rejeitar essa morada, serei asilo inabitável
.

 
Autor
roquelirio
 
Texto
Data
Leituras
147
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.