https://www.poetris.com/
Poemas : 

Rico somítico

 
Open in new window

Ó rico apegado ao dinheiro!
Se a má sorte te pegar,
Hás-de lembrar
Que é bom partilhar
O que se tem por inteiro

Sem soltares do teu apego,
Quererás rever o passado
Que nunca vai atrasado
Nem perdoa o teu legado

Teu glamour desmontado
Esconderá nas nuvens do tempo
Que o presente deixará limpo
Nas perfeitas curvas do destempo

N’olho da rua verás o sofrimento
Que n’outro tempo não tocara teu templo
Nem assolara teu amplo
Mundo, que de longe contemplo

E será tarde, tarde demais,
Jamais esquecerás da dor que em ti, fervilha
Por não teres feito da partilha
O seguro que te desencalha

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
181
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
0
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.