https://www.poetris.com/
Poemas : 

Negrito

 
Púrpuro ardente,
artificial,
armadilha por montar.
Sei dum grande gemido,
granulado,
gradual em parte de mim
que procuro;
provocação pura,
prodígio por alcançar.
Alma! - falaram-me -
alta e suturada...
sem saturação,
saturno em face lunar.
Suspenso
em suspensão aquosa
no susto por levar,
aquando da sina maldita
aquário de pedras e cal.





A minha pátria é a língua portuguesa.
Bernardo Soares

Saibam que agradeço todos os comentários, de coração...
Por regra não respondo.



 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
139
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.