https://www.poetris.com/
Poemas : 

Ocaso

 
Perceba meu sol se pondo.
Morra sol por trás do monte!
Talvez esteja supondo
Que esvazio no horizonte.

Repara no sol redondo
Se indo para o Aqueronte
Sem óbulo, decompondo,
Remando junto a Caronte.

Outrora fui d'outras Damas
Hoje anoiteço somente
Tendo às Trevas pela frente...

Levo um pouco d'alegria
Guardada nas minhas chamas:
Alimento d'outro... Dia.


 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
103
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
8
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 19/06/2017 15:39  Atualizado: 19/06/2017 15:39
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8041
Online!
 Re: Ocaso/ PARA GYL
Maravilhoso!!

Que esse ocaso embale o manto que traz encanto a esse soneto divinal!

Bjos Gyl querido!


Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 19/06/2017 17:33  Atualizado: 19/06/2017 17:33
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2349
 Re: Ocaso
Belo por de sol, envolvente a tudo que liga uma vida, muito bom ler um poema seu novamente amigo

grande abraço.


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 19/06/2017 20:51  Atualizado: 19/06/2017 20:51
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11102
 Re: Ocaso
Gyl,
Um ocaso muito poético.
Bj
Nanda


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/06/2017 14:53  Atualizado: 21/06/2017 14:53
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 26453
 Re: Ocaso
Uma bela inspiração, iluminando os belos sentidos