https://www.poetris.com/
Poemas : 

Uníssono

 
Somos ecos uníssonos
acima do dó central
Ouçamos som de um teclado
...mesmo destoado...
no filamento de raio de sol
com o coração e pés sangrando
Ouçamos o som e tom da rosa
castigada pela cruz
carregando de outrem's.

...

Somos farelos de almas divagando
n'um universo desconhecido
em busca do som do sorriso
que faz a alma sentir amor ao lembrar
das esmeraldas encontradas na jazida
do firmamento das estrelas
buscando no confiança a força infinda
na inconsciência vislumbrando
o desejo que cobre o coração
no espelho da emoção das asas
voando feito beija flor em busca
do néctar do amor uni-verso.

...

Voou incessantemente
levando no novelo
da colcha em pedaços
as pétalas da rosa
vermelho car-mim
n'um mesmo TOM
vivificando SIlencio's
que moram cá dentro de nós
Mesmo a meio a tempestade
em solstício de inverno.

...

N'uma dança envolvente
t'eus olhos vencem os m'eus
mesmo vencido sigo estando
...te amando...
no aveludado e terno amor maior
que habita cá dentro do peito
mesmo sem jeito
rendendo-se a gentileza que exala
o perfume de Atlântida.

...

O que o que cabe em mim
está se equilibrando n'um vácuo.
...

simplesmente versos valorizando
as pequenas coisas.

Ray Nascimento


Do fundo do meu ser; amo te ler; tua amizade e seu amor sincero são refrigero pra minha alma.Te amo Amiga do seu AMIGOMENINO!
Open in new window
Adriel

 
Autor
RayNascimento
 
Texto
Data
Leituras
135
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 28/06/2017 13:02  Atualizado: 28/06/2017 13:02
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29155
 Re: Uníssono
Sombras que batem em nosso corações gritando as essência dos momentos que se insanam nos avais onde os pranto é ludios em olhos que olham os instantes e momentos que si vão, nessa vida somos somente numeros que muita vezes não somos somadoa a nada.

um poema mais que verdade