https://www.poetris.com/
Sonetos : 

CONSPIRAÇÕES

 
CONSPIRAÇÕES

Trancado no conforto de conceitos,
alheio a rigorosas tempestades,
cultua as impolutas divindades.
Imensa devoção têm seus eleitos!

Repele com fervor o que despeitos
reputa em suas íntimas verdades.
Enxerga profusão de atrocidades
se de forças estranhas sente efeitos.

Das égides rachadas dependente
recolhe-se no colo de pavores.
Dali não sai, resiste sua mente.

Por todo lado vê conspiradores.
Revolta-se, gritando, inconsequente.
Além daquela bolha há tantas cores...


Jerson Brito

 
Autor
jersonbrito
 
Texto
Data
Leituras
137
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 15/10/2017 11:23  Atualizado: 15/10/2017 11:23
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29201
 Re: CONSPIRAÇÕES
Lindamente belo, onde a cores se vestem dos mais belos sentidos